A Alcíone é uma ave amante da solidão e que vive continuamente sobre o mar. Dizem que, para se proteger dos homens que a caçam, ela nidifica no alto dos rochedos sobranceiros ao mar. Ora, certa vez uma Alcíone que estava prestes a incubar subiu a um promontório e, avistando um rochedo emergindo do mar, ali construiu o seu ninho. Porém um dia, tendo ela saído para o pasto, aconteceu que o mar, agitado por um vento impetuoso, subiu até o ninho da ave e, inundando-o, afogou-lhe os filhotes. Quando a Alcíone voltou e compreendeu o que acontecera, exclamou: — “Como sou infeliz, eu que, para me proteger das ciladas da terra, me refugiei neste mar, que afinal revelou muito mais perfídia para mim.

É assim que certos homens, mantendo-se em guarda contra os seus inimigos, caem, inadvertidamente, sob amigos muito mais maléficos do que os seus inimigos.

A ave Alcíone

#ParePraPensar

Pare, respire, feche os olhos. Assente-se em um local confortável, onde você se sinta bem e tranquilo(a). Mantenha sua coluna ereta, assim melhora a circulação das energias, a circulação sanguínea e sem a pressão do apoio.

Agora: OBSERVE OS PENSAMENTOS!

Rolar para cima