A sinergia projetor consciente e a assistência extrafísica

O sinergismo projeção lúcida–interassistencialidade (sinergia projetor consciente) é o conjunto de efeitos positivos, potencializadores e recíprocos, gerados pela vivência sistemática da projetabilidade associada ao exercício interassistencial, promovendo a dinamização e ampliação dos respectivos autodesempenhos teáticos da conscin, homem ou mulher.

  1. Potencialização mútua projeção lúcida–interassistencialidade.
  2. Sinergismo projeção consciente–interassistencialidade.
  3. Sinergismo Projeciologia-Interassistenciologia.

As 3 expressões compostas sinergismo projeção lúcida–interassistencialidade, sinergismo inicial projeção lúcida–interassistencialidade e sinergismo avançado projeção lúcida–interassistencialidade são neologismos técnicos da Projeciologia.

Confira as minhas experiências de Projeção Consciente. Já descobri mil modos de como não projetar. 😉

Antonimologia: 1. Dissociação projeção lúcida–interassistencialidade. 2. Interação projeção consciente–assedialidade.

Estrangeirismologia: o Projectarium; o rapport interconsciencial assistente-assistido; a manutenção do foco na interassistência full time.

Atributologia: predomínio das percepções extrassensoriais, principalmente do autodiscernimento quanto ao emprego das projeções lúcidas para fins assistenciais.

Ortopensatologia. Eis, 3 ortopensatas, citadas na ordem alfabética, e classificadas em 2 subtemas:

  1. “Interassistencialidade. A empatia é a base da interassistencialidade”. “A interassistencialidade faz a profilaxia da solidão”.
  2. “Projetabilidade. Os amparadores extrafísicos transmitem grande intensidade de energias conscienciais (ECs) ao projetor, quando projetado com lucidez, a fim de realizar trabalhos assistenciais na extrafisicalidade. Conforme vai exteriorizando as ECs, a conscin projetada, ao final dos trabalhos, retorna ao soma completamente restabelecida, com autoconsciencialidade e reabastecimento do energossoma”.

Fatuística

Pensenologia: o holopensene pessoal da projeção assistencial; os benignopensenes; a benignopensenidade; os harmonopensenes; a harmonopensenidade; os ortopensenes; a ortopensenidade; os conviviopensenes; a conviviopensenidade; os parapensenes; a parapensenidade; os lucidopensenes; a lucidopensenidade; os autopensenes assistenciais da conscin projetora direcionados ao assistido.

Fatologia: a autorganização intrafísica possibilitando horário na agenda para dedicação à saída lúcida do soma e ao exercício da interassistência; o aumento das rememorações projetivas fornecendo informações úteis para assistência a outras consciências; o perfil assistencial auxiliando no acolhimento de consciências no decorrer de projeções conscientes; a autabnegação da conscin projetora em prol da assistência; o foco assistencial nos alvos mentais da agenda projetiva; as rotinas de estudo; a satisfação benévola sentida pela conscin projetora após a realização da assistência.

Parafatologia: a autovivência do estado vibracional (EV) profilático; o emprego da sinalética energética pessoal no momento da assistência; a prontidão assistencial durante a projeção lúcida; a convivência junto aos amparadores extrafísicos em decorrência da assistência, auxiliando na qualidade e frequência das projeções conscientes; o investimento contínuo na autossustentação energética; a intervenção de amparador extrafísico na aplicação de técnica projetiva com a finalidade de sair do soma com lucidez; as projeções assistenciais em série; as projeções assistidas; a valorização da paraconvivialidade sadia; as rotinas parapsíquicas úteis; o aprendizado haurido através da projeção consciente interassistencial; o gabarito projetivo conquistado a partir da sequência de projeções assistenciais; a doação de energias homeostáticas desbloqueando e potencializando o energossoma, facilitando as projeções conscientes; a manutenção da serenidade durante o período projetivo; a desenvoltura projetiva sendo condição catalisadora para o desempenho da assistência avançada; o contato com o assistido no extrafísico; a transfiguração do psicossoma da consciex assistida, para melhor, no momento da assistência; a carência de energia consciencial por parte da consciex assistida; a assistência às consciexes orientada por amparador; a ampliação da lucidez extrafísica do assistente no momento da assistência; o equilíbrio mental da conscin assistente projetada diante da consciência assistida; o banho de energia recebido pelo projetor após a assistência realizada; a conquista da amparalidade extrafísica a partir da assistência realizada; a intensificação da autodefesa energética; a projeção lúcida ocorrida durante a prática da tenepes; o engajamento no trabalho desenvolvido por equipex interassistencial; o desenvolvimento da projeção consciente interassistencial sendo auto-herança da conscin para as próximas vidas.

Detalhismo

Sinergismologia: o sinergismo projeção lúcida–interassistencialidade; o sinergismo autopesquisa na projeção consciente–autopesquisa na interassistencialidade; o sinergismo autassistência-heterassistência; o sinergismo autoconfiança–heteroconfiança no amparo extrafísico; o sinergismo consciex amparadora–conscin projetora assistencial; o sinergismo comunicabilidade-intelectualidade-parapsiquismo; o sinergismo prestar assistência–ser assistido.

Principiologia: o princípio da responsabilidade interassistencial; o princípio do exemplarismo pessoal (PEP); o princípio do autesforço insubstituível; o princípio de acontecer o melhor para todos; o princípio interassistencial de o menos doente assistir ao mais doente.

Codigologia: o código de ética extrafísico da conscin projetora.

Teoriologia: a teoria das verdades relativas de ponta da Projeciologia; a teoria e a prática da interassistencialidade; a teoria do corpo objetivo.

Tecnologia: as técnicas projetivas; a técnica da agenda projetiva; a técnica da abordagem extrafísica; a técnica dos 20 EVs diários; a técnica da exteriorização das energias; a técnica da assim e desassim; a técnica da tenepes.

Voluntariologia: o paravoluntariado das conscins interassistenciais; os voluntários das instituições conscienciocêntricas (ICs); os voluntários do Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia (IIPC); a qualificação das atividades desempenhadas no voluntariado conscienciológico advindas das experiências lúcidas do projetor assistencial.

Laboratoriologia: o laboratório conscienciológico da Autoprojeciologia; o laboratório conscienciológico da Autocosmoeticologia; o laboratório conscienciológico da Autopensenologia; o laboratório conscienciológico do Estado Vibracional; o laboratório conscienciológico da Tenepessologia; o laboratório conscienciológico da Autorganizaciologia.

Colegiologia: o Colégio Invisível da Projeciologia; o Colégio Invisível da Interassistenciologia.

Efeitologia: os efeitos paraterapêuticos das projeções conscientes assistenciais no assistido e no projetor assistente; os efeitos evolutivos da priorização da projeção lúcida interassistencial; os efeitos extrafísicos das ações intrafísicas.

Neossinapsologia: as neossinapses geradas a partir da autoconscientização multidimensional (AM); as neossinapses geradas a partir da vivência da projeção consciente; o trabalho contínuo na interassistência predispondo a conscin a adquirir neossinapses inegoicas.

Ciclologia: o ciclo projetivo.

Enumerologia: a autorganização; a autodisciplina; a automotivação; a autabnegação; a autobenignidade; a autoortopensenidade; o autoparapsiquismo.

Binomiologia: o binômio vida intrafísica–vida projetiva; o binômio estudo-vivência; o binômio autodesassédio-heterodesassédio; o binômio holopensene desassediado–holopensene interassistencial; o binômio projeção consciente–aumento da autoparapercepção; o binômio autossuficiência-interdependência.

Interaciologia: a interação amparador extrafísico–assistente projetado–consciex assistida; a interação intrafísico-extrafísico; a interação assistente-assistido; a interação paracérebro da conscin projetada–paracérebro da consciex assistida; a interação mentalsoma da conscin projetada–mentalsoma do amparador extrafísico; a interação empatia-acolhimento.

Crescendologia: o crescendo consciência assistida–conscin assistente projetada–amparador extrafísico; o crescendo psicofera projetiva–projeção consciente; o crescendo EV-tenepes-ofiex; o crescendo na interassistência paciência-compreensão.

Antagonismologia: o antagonismo covardia / coragem assistencial; o antagonismo recepção / retribuição; o antagonismo abordagem intrafísica / abordagem extrafísica; o antagonismo vontade inquebrantável / vontade débil; o antagonismo conscin projetora ociosa / conscin projetora operosa; o antagonismo conscin projetora com disponibilidade assistencial / conscin projetora com desinteresse assistencial; o antagonismo interassistencialidade explícita / interassistencialidade silenciosa.

Paradoxologia: o paradoxo de quanto mais a consciência evolui mais será obrigada a conviver com maior número de assistidos e assediadores.

Politicologia: a lucidocracia; a projeciocracia; a assistenciocracia.

Legislogia: a lei da Projeciologia; a lei da ação e reação; a lei da inseparabilidade grupocármica.

Filiologia: a assistenciofilia; a projeciofilia; a conviviofilia; a conscienciofilia; a evoluciofilia; a comunicofilia; a proexofilia.

Fobiologia: a projeciofobia.

Sindromologia: a superação da síndrome da dispersão consciencial; a superação da síndrome da procrastinação.

Mitologia: o mito de a autevolução ocorrer sem esforço; o mito da solidão.

Holotecologia: a projecioteca; a parapsicoteca; a interassistencioteca; a convivioteca; a energossomatoteca; a cosmoeticoteca; a experimentoteca.

Interdisciplinologia: a Projeciologia; a Descoincidenciologia; a Interassistenciologia; a Energossomatologia; a Amparologia; a Parapercepciologia; a Extrafisicologia; a Intermissiologia; a Conviviologia; a Proexologia.

sinergia projetor consciente
sinergia projetor consciente, na imagem (por unsplash.com) uma simulação de um bate-papo…

Perfilologia

Elencologia: a conscin lúcida; a isca humana lúcida; a conscin projetora; o ser interassistencial.

Hominologia: o Homo sapiens projectius; o Homo sapiens interassistens; o Homo sapiens tenepessista; o Homo sapiens multidimensionalis; o Homo sapiens parapsychicus; o Homo sapiens lucidus; o Homo sapiens cosmoethicus; o Homo sapiens pacificus; o Homo sapiens despertus.

Argumentologia sobre a sinergia projetor consciente

Exemplologia: sinergismo inicial projeção lúcida–interassistencialidade = a melhora da autorganização, ampliação da acuidade, motivação e vontade, e qualificação do holopensene pessoal da conscin projetora assistencial; sinergismo avançado projeção lúcida–interassistencialidade = a dinamização e ampliação dos autodesempenhos teáticos na consecução lúcida das tarefas da ofiex pela conscin projetora assistencial veterana.

Culturologia: a cultura da projetabilidade lúcida; a cultura da interassistencialidade.

Recursos. Conforme a Experimentologia, eis, por exemplo, listados em ordem alfabética, 10 recursos existentes na dimensão intrafísica, passíveis de serem utilizados pelos interessados no desenvolvimento do sinergismo projeção lúcida–interassistencialidade:

  1. Autopesquisa. As planilhas técnicas organizadoras da autopesquisa a exemplo das disponíveis no site do Instituto Cognopolitano de Geografia e Estatística (ICGE).
  2. Cursos. Os cursos disponíveis nas Instituições Conscienciocêntricas.
  3. Dinâmicas. As dinâmicas parapsíquicas nas Instituições Conscienciocêntricas.
  4. Docência. A docência conscienciológica possibilitando o contato do professor com alunos, consciexes assistidas e amparadores.
  5. Eventos. A participação em eventos científicos visando a troca de experiências.
  6. Gescons. A escrita de artigos, verbetes e livros.
  7. Laboratórios. Os laboratórios conscienciológicos das Instituições Conscienciocêntricas preparados tecnicamente para o desenvolvimento do parapsiquismo.
  8. Publicações. As publicações técnicas da Conscienciologia: tratados, livros, revistas.
  9. Tenepes. O contato diário com o assistido e com o amparador ou amparadora.
  10. Voluntariado. O voluntariado conscienciológico possibilitando o convívio com os demais voluntários e com o amparo de função.

Tipos. Segundo a Experimentologia, eis, por exemplo, listadas em ordem alfabética, 6 tipos de assistências passíveis de serem realizadas durante a experiência projetiva, capazes de gerar efeitos positivos e potencializadores do autodesempenho da conscin projetora interassistencial:

  1. Acolhimento. A abordagem e acolhimento de consciexes doentes e de assediadores.
  2. Desassédio. A participação em desassédio direto no extrafísico.
  3. Dessoma. A assistência a conscins próximas ou no momento da dessoma.
  4. Energia. A exteriorização de energias conscienciais qualificadas com intenção terapêutica.
  5. Resgate. A participação com amparadores extrafísicos no resgate de assistidos na Baratrosfera.
  6. Tares. O emprego da tarefa do esclarecimento durante contato com os assistidos.

Acabativa

Remissiologia. Pelos critérios da Mentalsomatologia, eis, por exemplo, na ordem alfabética, 15 verbetes da Enciclopédia da Conscienciologia, e respectivas especialidades e temas centrais, evidenciando relação estreita com o sinergismo projeção lúcida–interassistencialidade, indicados para a expansão das abordagens detalhistas, mais exaustivas, dos pesquisadores, mulheres e homens interessados:

  1. Abordagem extrafísica: Extrafisicologia; Neutro.
  2. Ação extrafísica: Extrafisicologia; Neutro.
  3. Acolhimento assistencial extrafísico: Paraprofilaxiologia; Homeostático.
  4. Assistência inegoica: Interassistenciologia; Homeostático.
  5. Assistência sem retorno: Interassistenciologia; Homeostático.
  6. Autabnegação cosmoética: Cosmoeticologia; Homeostático.
  7. Extrafisicalidade: Multidimensiologia; Neutro.
  8. Interassistencialidade: Assistenciologia; Homeostático.
  9. Limite interassistencial: Interassistenciologia; Homeostático.
  10. Multidimensionalidade consciencial: Parapercepciologia; Homeostático.
  11. Nível da interassistencialidade: Interassistenciologia; Neutro.
  12. Perfil assistencial: Interassistenciologia; Homeostático.
  13. Pré-perdão assistencial: Interassistenciologia; Homeostático.
  14. Princípio da responsabilidade interassistencial: Interassistenciologia; Homeostático.
  15. Projeciofilia: Projeciologia; Homeostático.

O sinergismo projeção lúcida–interassistencialidade potencializa no projetor-assistente o desenvolvimento do autoparapsiquismo, da autoconsciencialidade e o aproxima do amparador.

Você, leitor ou leitora, costuma se projetar lucidamente com finalidade interassistencial? Com qual frequência?

Referências

Entre em contato

Clique aqui – Fale conosco

#ParePraPensar

Pare, respire, feche os olhos. Assente-se em um local confortável, onde você se sinta bem e tranquilo(a). Mantenha sua coluna ereta, assim melhora a circulação das energias, a circulação sanguínea e sem a pressão do apoio.

Agora: OBSERVE OS PENSAMENTOS!

Rolar para cima