O Projetor consciente Lúcido lúcido é a conscin, homem ou mulher, promotora, vivenciadora, realizadora e experimentadora das saídas do corpo físico com lucidez, na condição de parafenômeno disruptivo das barreiras multidimensionais.

  1. Projetor consciente. 
  2. Desdobrador consciente. 
  3. Viajante extrafísico lúcido. 
  4. Projecionista consciente. 
  5. Projetor extracorpóreo consciente. 
  6. Autoprojetor lúcido. 
  7. Viajeiro consciencial lúcido.

Neologia. As 4 expressões compostas projetor lúcido, projetor lúcido jejuno, projetor lúcido intermediário e projetor lúcido veterano são neologismos técnicos da Projeciologia.

Confira as minhas experiências de Projeção Consciente. Já descobri mil modos de como não projetar. 😉

Antonimologia: 1. Conscin trancada. 2. Projetor inconsciente 3. Conscin eletronótica. 4. Consciex projetora.

Estrangeirismologia: o know how na realização da séparation complète, expressão balzaquiana (1832) usada na novela Louis Lambert; a maturidade na désunion fréquente vivida em função da equipe extrafísica; o praticante da out-of-the-body experience (OBE); os amparadores técnicos do Zeitgeist da Projeciologia.

Atributologia: predomínio das percepções extrassensoriais, principalmente do autodiscernimento quanto à volição aplicada à projetabilidade lúcida interassistencial.

Megapensenologia. Eis 6 megapensenes trivocabulares relativos ao tema: – Projeto-me, logo assisto. Projetor: assistente interdimensional. Projetor: alternante multidimensional. Projetores também deslumbram-se. Projetor: descoincidente prático.

Fatuística

Pensenologia: o holopensene da projetabilidade lúcida; o holopensene da Projeciologia; o holopensene da Era Consciencial; o holopensene da consciência contínua; a retilinearidade pensênica da autovivência extrafísica; a autopensenidade focada na interassistência extracorpórea.

Fatologia: a Escala Evolutiva das Consciências contemplando o projetor lúcido; a eliminação dos intermediários por meio da projeção consciente; a exemplificação da autodeterminação do projetor consciente no rompimento das barreiras multidimensionais; a projetabilidade ideal; o Congresso Internacional de Projeciologia (CIPRO) reunindo os pesquisadores da experiência fora do corpo; o tratado Projeciologia: Panorama das Experiência Fora do Corpo Físico, propondo a neociência da pesquisa interdimensional; o deslumbramento do projetor consciente; o recesso projetivo decorrente de fatores multivariados; os autores de obras sobre projeção consciente compondo a casuística da Projeciologia; o Centro da Consciência Contínua (CCC) qual primeira escola de projeção consciente para receber os egressos de Curso Intermissivo (CI).

Parafatologia: a autovivência do estado vibracional (EV) profilático vivenciado espontaneamente pelos projetores conscientes; os grupos volitativos das consciexes intermissivistas preparando o futuro projetor consciente; os grupos interassistenciais fixando a interdimensionalidade da consciência para a vida humana; a filiação à equipex de interassistência fora do corpo humano; a participação extrafísica doadora de energias nas reurbexes de locais baratrosféricos; o véu do esquecimento de paraconteúdos extrafísicos; o para-hábito de fixar pontos, aspectos, consciências, ápices e singularidades, extrafisicamente, visando à rememoração a posteriori; a iniciativa da consciência projetora mudar o foco dimensional para o extrafísico, facilitando a decolagem do psicossoma; a sabedoria do aproveitamento da presença dos amparadores extrafísicos na potencialização da projetabilidade; as projeções conscientes confirmadas; a discrepância dos ambientes extrafísicos com os intrafísicos averiguadas pelo projetor consciente; as projeções conscientes desassediadoras; os resgates extrafísicos; a visita extrafísica a comunexes evoluídas por parte do projetor consciente; os encontros extrafísicos com parentes dessomados, ampliando a visão de conjunto do projetor consciente; a doação de ectoplasma extraído do projetor consciente fora do corpo; o senso de liberdade com a volitação extrafísica; o bom humor sereno dos amparadores extrafísicos nas injunções extrafísicas diversas; o aprendizado de entrar na sintonia das energias dos amparadores extrafísicos; os debates extrafísicos; a compreensão ampliada da evocação extrafísica por parte dos projetores conscientes; a projeção de mentalsoma; a projeção consciente na dimensão mental; a paraprojeção da consciex na dimensão mental, com o veículo mentalsoma, desvendando a proximidade da 3a dessoma; as pesquisas decorrentes de experiências vividas extrafisicamente; a Cosmoética regendo as ações extrafísicas das consciências projetadas; as sinaléticas energéticas e parapsíquicas pessoais da projeção consciente automapeadas; a atuação lúcida do projetor na Projecioterapia.

projetor consciente Lúcido
Simulação de um projetor consciente Lúcido

Detalhismo

Sinergismologia: o sinergismo técnica-disciplina alinhando os resultados do projetor; o sinergismo amparador–sinalética energética e parapsíquica pessoal potencializando o desempenho do projetor; o sinergismo disponibilidade interassistencial–autoconfiança cosmoética; o sinergismo EV–higidez pensênica em certos ambientes extrafísicos; o sinergismo autorrelaxação psicofisiológica–autocontrole respiratório; o sinergismo saturação mental–alvo projetivo; o sinergismo leitura projetiva–interesses parapesquisísticos; o sinergismo demandas assistenciais–predisposição interassistencial favorecendo as projeções em séries.

Principiologia: o princípio da descrença (PD) basilando o autodesenvolvimento do projetor; o princípio interassistencial teático de não perder as oportunidades de ajudar extrafísicamente; o princípio pessoal de priorizar a interassistência extrafísica frente aos interesses pessoais; o princípio da higidez pensênica aplicada extrafisicamente pelo projetor lúcido.

Codigologia: o código pessoal do bom-tom expressando o autodiscernimento na projeção lúcida após vivência das técnicas projetivas; o código cosmoético do sigilo pensênico quanto a certos parafatos acessados pelo projetor.

Teoriologia: a teoria do projetor ideal; a teoria da Projeciologia; a teoria do psicossoma e mentalsoma esclarecendo as modalidades de projeções conscientes; a teoria da tenepes favorecendo o desenvolvimento de mais projetores lúcidos; a teoria dos deslocamentos conscienciais.

Tecnologia: a técnica interassistencial potencializadora do estado vibracional; a técnica do autencapsulamento energético; a técnica de blindagem energética da alcova qualificando o ambiente para o projetor; a técnica das posturas físicas projetivas; a técnica da soltura energossomática pela chuveirada hidromagnética; a paratécnica do arco voltaico extrafísico aplicado à conscins projetadas e à consciexes; as paratécnicas de autodefesa energética ampliando o destemor extrafísico; a aplicação da técnica da invéxis tendo o suporte da projetabilidade lúcida da conscin; o reconhecimento da paratecnologia interassistencial.

Voluntariologia: o voluntariado conscienciológico da Projeciologia; o engajamento enquanto paravoluntariado projetor em equipex interassistencial promovendo o aumento das projeções conscientes; o projetor voluntário nas equipes de cursos de campo.

Laboratoriologia: o laboratório conscienciológico da Autoprojeciologia; o laboratório conscienciológico do estado vibracional; o laboratório conscienciológico da Autossinaleticologia; o laboratório conscienciológico da Autorganizaciologia; o laboratório conscienciológico da Autopensenologia; o laboratório conscienciológico da imobilidade física vígil (IFV); o laboratório conscienciológico da Automentalsomatologia.

Colegiologia: o Colégio Invisível da Projeciologia; o Colégio Invisível da Liderologia; o Colégio Invisível da Extrafisicologia; o Colégio Invisível da Pararreurbanologia; o Colégio Invisível da Assistenciologia; o Colégio Invisível da Megafraternologia; o Colégio Invisível da Cosmoconscienciologia.

Efeitologia: o efeito catalisador das projeções em séries; o efeito inspirador dos insights sobre pensenes evitáveis pela consciência projetora lúcida extrafisicamente; o efeito recompensador da interassistência extrafísica; o efeito neoideativo para o projetor consciente.

Neossinapsologia: as neossinapses do pensar extrafísico desvendando os enredos multiexistenciais das consciências; as neossinapses do equilíbrio íntimo experimentado nas comunexes avançadas; a cosmovisão da vida multidimensional lúcida do projetor promovendo neossinapses.

Ciclologia: o ciclo projeção consciente–projeciografia–projeciocrítica funcionando qual alavanca no desenvolvimento do projetor lúcido; o ciclo multiexistencial pessoal (CMP), enquanto raiz do projetor lúcido; as expansões da consciência deflagrando novo ciclo evolutivo.

Enumerologia: a autopesquisa sobre a projeção consciente; a autopesquisa sobre a autoparafisiologia projetiva; a autopesquisa sobre as técnicas projetivas pessoais aplicadas; a autopesquisa sobre as técnicas interassistenciais extrafísicas vivenciadas; a autopesquisa sobre as comunexes paravisitadas; a autopesquisa sobre os níveis de lucidez experimentados; a autopesquisa sobre os resultados obtidos com a projeção consciente.

Binomiologia: o binômio projeção consciente–rememoração; o binômio técnica projetiva–projeção consciente; o binômio holossoma–rotina útil favorecendo à projeção consciente.

Interaciologia: a interação projetor consciente–amparador extrafísico; a interação projetor consciente–consciexes assistidas; a interação projetor lúcido–auxiliar intrafísico na base física.

Crescendologia: o crescendo estado vibracional–catalepsia projetiva–perda da respiração no processo da projeção consciente; o crescendo projetor espontâneo–projetor voluntário obtido pelo autoinvestimento nas técnicas projetivas.

Antagonismologia: o antagonismo misticismo / desenvolvimento do projetor; o antagonismo vida intrafísica trancada / vida intrafísica alternante; o antagonismo temor / projeção consciente.

Paradoxologia: o paradoxo do projetor sair de si para entrar em si; o paradoxo de determinada dimensão antes de ser localização ser estado intraconsciencial.

Politicologia: a política da projeciocracia; a interassistenciocracia; a parapsicocracia; a lucidocracia; a discernimentocracia; a parapercepciocracia; a tecnocracia dos amparadores especializados em projeção consciente; a meritocracia explicando a maior facilidade de algumas consciências com a projeção consciente.

Legislogia: a lei do maior esforço para romper as dificuldades recíprocas; as paraleis da Cosmoética percebidas pelo projetor consciente a partir da lei de causa e efeito da autopensenidade mais imediata na dimensão extrafísica.

Filiologia: a projeciofilia; a extrafisicofilia; a neofilia; a autopesquisofilia; a mentalsomatofilia; a grupofilia; a experimentofilia.

Fobiologia: a projeciofobia; o tanatofobia; extrafisicofobia; a neofobia; a voliciofobia; a cienciofobia; a assediofobia bloqueando o projetor consciente.

Sindromologia: a síndrome da dispersão consciencial contribuindo para a superficialidade na análise da projeção consciente; a síndrome de Swedenborg desvirtuando a projeciocrítica, e a compreensão do projetor consciente; a síndrome do perdularismo antievolutivo favorecendo o desperdício das oportunidades projetivas; a síndrome da insegurança; a síndrome do deslumbramento projetivo gerando o recesso do projetor; a síndrome do poder intrafísico pelo fato de ser projetor consciente, gerando a tendência à gurulatria; a síndrome de burnout dificultando a lucidez do projetor consciente.

Maniologia: a superação da fracassomania frente à projeção consciente.

Mitologia: o mito da finitude da morte biológica superado pelo projetor consciente.

Holotecologia: a projecioteca; a convivioteca; a parapsicoteca; a experimentoteca; a interassistencioteca; a traforoteca; a evolucioteca.

Interdisciplinologia: a Projeciologia; a Extrafisicologia; a Parafenomenologia; a Parelencologia; a Autorganizaciologia; a Autodisciplinologia; a Autoparapercepciologia; a Autexperimentologia; a Assistenciologia; a Autopesquisologia.

Perfilologia

Elencologia: a conscin lúcida; a isca humana lúcida; o ser desperto; o ser interassistencial; a conscin enciclopedista.

Hominologia: o Homo sapiens projectus; o Homo sapiens paratechnicus; o Homo sapiens paraperceptivus; o Homo sapiens prioritarius; o Homo sapiens autolucidus; o Homo sapiens multidimensionalis; o Homo sapiens paraperceptiologus.

Argumentologia

Exemplologia: o projetor lúcido jejuno = o projecionista consciente iniciante, espontâneo, involuntário, desvendando a multidimensionalidade; o projetor lúcido intermediário = o projecionista consciente mediano, porém perdulário, esbanjador e deslumbrado quanto à multidimensionalidade; o projetor lúcido veterano = o projecionista consciente experiente, engajado em equipex interassistencial, vivenciando lúcida e produtivamente a multidimensionalidade.

Culturologia: a cultura da projetabilidade lúcida; a cultura da Projeciologia; a cultura da interdimensionalidade lúcida; a cultura da intermissividade lúcida resgatada pelas projeções conscientes; a cultura da reurbex; a cultura da pesquisa parapsíquica pelas projeções; a cultura da Parapercepciologia teática aprofundando a Conscienciologia.

Taxologia. De acordo com a Projeciologia, eis, por exemplo, em ordem alfabética, 11 tipos de projetores(as) apresentados no tratado Projeciologia: Panorama das Experiências da Consciência Fora do Corpo Humano:

  1. Bilocador(a).
  2. Catalisador(a).
  3. Deslumbrado(a).
  4. Diurno(a).
  5. Exoprojetor(a).
  6. Ideal.
  7. Notívago(a).
  8. Precognitivo(a).
  9. Projetora-gestante.
  10. Psicômetra.
  11. Retrocognitor(a).

Autexperimentologia. Sob a ótica da Descrenciologia, eis, a seguir, listados em ordem alfabética, 8 cursos disponíveis para investimento do interessado no desenvolvimento da projeção consciente:

  1. Curso Ectoplasmia Projetiva Paracirúrgica Interassistencial: realizado pela Associação Internacional de Pesquisa Laboratorial em Ectoplasmia e Paracirurgia.
  2. Curso Grupos Volitativos: elaborado pelo IIPC.
  3. Curso Imersão Projecioterápica: realizado pela Associação Internacional de Consciencioterapia (OIC).
  4. Curso Integrado de Projeciologia (CIP): ministrado pelo IIPC.
  5. Curso Laboratório de Técnicas Projetivas (LTP’s): ministrado pelo Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia (IIPC).
  6. Curso Projetarium: organizado pelo IIPC.
  7. Dinâmica Parapsíquica da Projetabilidade Lúcida: realizada no Centro de Altos Estudos da Conscienciologia (CEAEC).
  8. Escola de Projeção Lúcida (EPL): ministrada pelo IIPC.

Acabativa para o Projetor consciente Lúcido

Remissiologia. Pelos critérios da Mentalsomatologia, eis, por exemplo, na ordem alfabética, 15 verbetes da Enciclopédia da Conscienciologia, e respectivas especialidades e temas centrais, evidenciando relação estreita com o projetor lúcido, indicados para a expansão das abordagens detalhistas, mais exaustivas, dos pesquisadores, mulheres e homens interessados:

  1. Agenda projetiva: Projeciologia; Homeostático.
  2. Agente antiprojeção consciente: Projeciologia; Nosográfico.
  3. Alternância interdimensional: Projeciologia; Homeostático.
  4. Aplicação de técnicas projetivas: Projeciologia; Neutro.
  5. Catálise da projetabilidade: Projeciologia; Homeostático.
  6. Desenvolvimento projetivo: Autoprojeciologia; Homeostático.
  7. Diário projetivo: Projeciografologia; Neutro.
  8. Fenômeno projetivo ambivalente: Parafenomenologia; Neutro.
  9. Inabilidade projetiva: Projeciologia; Neutro.
  10. Interassistencialidade: Assistenciologia; Homeostático.
  11. Lei da Projeciologia: Legislogia; Homeostático.
  12. Neossinapse projetiva: Projeciologia; Homeostático.
  13. Psicosfera projetiva: Projeciologia; Neutro.
  14. Relato projetivo: Projeciologia; Neutro.
  15. Rememoração projetiva: Projeciologia; Neutro.

O Projetor consciente Lúcido explicita patamar de virada teática na conscienciologia , pois, vivenciando a multidimensionalidade, catalisa a autorrecomposição rumo ao estado de consciência contínua.

Você valoriza as autexperiências fora do corpo humano? Quais proveitos vem obtendo com a vivência da projeção consciente na diuturnidade?

Você se vê como um projetor consciente Lúcido?

Projetor consciente Lúcido

Referências

Entre em contato

Clique aqui – Fale conosco

#ParePraPensar

Pare, respire, feche os olhos. Assente-se em um local confortável, onde você se sinta bem e tranquilo(a). Mantenha sua coluna ereta, assim melhora a circulação das energias, a circulação sanguínea e sem a pressão do apoio.

Agora: OBSERVE OS PENSAMENTOS!

Rolar para cima