O Projetor consciente e a morte biológica ou projetor lúcido pré-dessomante é a conscin, homem ou mulher, na terceira ou quarta idade biológica, desenvolta e veterana quanto à saída temporária para fora do corpo humano, usufruindo de conhecimentos e paraconhecimentos otimizadores da dessoma consciente.

“Estude a morte, você vai sair vivo dela”

Slogan do Colégio Invisível da Dessomatologia

Confira as minhas experiências de Projeção Consciente. Já descobri mil modos de como não projetar. 😉

  1. Projetor lúcido geronte. 
  2. Projetor lúcido longevo. 
  3. Projetor lúcido idoso. 
  4. Conscin projetora pré-dessomática.

Neologia. As 3 expressões compostas projetor lúcido pré-dessomante, projetor lúcido primário pré-dessomante e projetor lúcido avançado pré-dessomante são neologismos técnicos da Dessomatologia.

Antonimologia: 1. Conscin idosa trancada. 2. Conscin pré-dessomática obnubilada. 3. Projetor geronte não lúcido.

Estrangeirismologia: o upgrade pré-dessomante.

Atributologia: predomínio das percepções extrassensoriais, notadamente do autodiscernimento quanto à aplicabilidade evolutiva da projeção lúcida (PL).

Megapensenologia. Eis 2 megapensenes trivocabulares referentes ao tema: – Projetor, atleta transcendente. Parapsiquismo, megachave multidimensional.

“Humor não é um estado de espírito, mas uma visão do mundo”

Ludwig Wittgenstein, 1889–1951

Fatuística

Pensenologia: o holopensene pessoal do projetor pré-dessomante; o holopensene da projetabilidade lúcida (PL); o holopensene do geronte lúcido; a harmonia entre os holopensenes multidimensionais; o holopensene pessoal do autorrevezamento; os parapensenes; a parapensenidade; os lucidopensenes; a lucidopensenidade; os ortopensenes; a ortopensenidade; os cosmopensenes; a cosmopensenidade; o fato de a conscin deixar rastros da própria vida mediante a assinatura pensênica; o fato de a pensenização da transição do descarte do corpo físico constituir o materpensene da dessomática.

Fatologia: a disponibilidade projetiva bem intencionada; a produtividade do pré-dessomante na terceira ou quarta idade; o slogan do Colégio Invisível da Dessomatologia: – “Estude a morte, você vai sair vivo dela”; o fato de o projetor pré-dessomático carregar consigo a riqueza intraconsciencial; o planejamento da longevidade pessoal útil desde a adolescência; a reeducação dos idosos para o aproveitamento da longevidade pelo mentalsoma; a liderança intermissivista do pré-dessomante; a busca por ambiente acolhedor estimulante ao aprendizado projetivo; a velhice enquanto domínio íntimo contra o tempo; as imaturidades em geral prejudicando as parapercepções; a desdramatização da idade intrafísica; o fato da condição de ser idoso ou jovem não significar o alcance de êxito evolutivo; a hiperacuidade empregada na compreensão das experiências pré-dessomáticas; a condição de geronte perspicaz sendo ideal para as gestações conscienciais; as neoideias desencadeando fraternismo proexológico; a reestruturação do humor equilibrado; a melhoria da Ficha Evolutiva Pessoal (FEP); o fato de a dessoma ser inevitável a toda conscin; a maturidade do projetor pré-dessomante; a harmonia interconsciencial; o abertismo consciencial, do berço ao crematório; a maturidade consciencial do geronte facultando realizações construtivas e renovadoras; a fixação projetiva conquistada; a captação do trafor de projetor interassistencial; a hipótese de a condição de projetor pré-dessomante ampliar a longevidade; os redutores do autodiscernimento; as oportunidades educativas e reeducativas; as aprendizagens cerebrais e paracerebrais; a reflexão e autopesquisa dessomática; a condição da proéxis aplicada ao tempo de vida restante; as reciclagens constantes; a condição da renovação enquanto reconstrução evolutiva; a condição de envelhecimento do cérebro e enriquecimento do paracérebro; a paciência nos desafios projetivos; o geronte na fase produtiva da gescon pessoal; a teática pacifista do projetor pré-dessomante; o posicionamento assertivo e coerente perante a vivência do corpus da Conscienciologia; a conquista da desperticidade; as renovações cognitivas; o autoposicionamento e a autossustentabilidade na tenepes auxiliando cosmoeticamente qualquer contrafluxo evidenciado; a conquista da holomaturidade das consciências neste planeta Terra; a condição de pré-dessomante lúcido enquanto profilaxia da parapsicose post-mortem; o preparo à própria dessoma atual; a vivência regular da automegaeuforização favorecendo a longevidade; a condição de projetor atilado pré-dessomante facultando o ato de pensar no Cosmos sem fronteiras.

Parafatologia: a autovivência do estado vibracional (EV) profilático; a PL facultando à conscin pré-dessomática; a recuperação de cons; as retratações e reconciliações grupocármicas; a projeção lúcida autopersuasiva explicitando o fato de a dessoma acontecer apenas biologicamente; o parafato de o soma sem a consciência lembrar o cadáver humano; os empreendimentos projetivos autorreeducativos; a projetabilidade na terceira e quarta idades facultando a desenvoltura e eficiência da conscin lúcida; o parabanho energético como gratificação em trabalhos assistenciais pré-dessomático; a importância do mapeamento da sinalética energética e parapsíquica pessoal; a paraperceptibilidade relativa ao soma; a construção dos saberes multidimensionais na terceira e quarta idades; a preparação do autorrevezamento multiexistencial; os resquícios do energossoma no recém-dessomado; a necessidade teática do desenvolvimento da autoconscientização multidimensional (AM); a clarividência no estado da descoincidência vígil; a paraperceptibilidade da atenção aplicada às múltiplas dimensões; a bússola consciencial direcionando ações indicadoras da megafraternidade; o discernimento mentalsomático das informações e vivências extrafísicas; a coexistência fraterna entre conscins e consciexes; a tenepes; a ofiex; o autodiscernimento da inteligência evolutiva (IE); a atuação do amparador técnico em projetabilidade lúcida ombro a ombro com o idoso; as retrocognições extrafísicas enquanto provas decisivas da própria seriéxis; a conexão com a Central Extrafísica das Energias (CEE); as reciclagens cognitivas e paracognitivas; as evocações seriexológicas; as paraprendizagens enobrecedoras; o autocomprometimento pré-ressomático do intermissivista atuante; as equipexes paratécnicas em Dessomática; o Paradireito pós-dessoma; a evidência da paraprocedência latente para a conscin lúcida fora do corpo físico; a vivência da Cosmoética e o Universalismo no cotidiano multidimensional.

Uma mão segura uma bolha, por Unsplash.com
O Projetor consciente e a morte biológica

Detalhismo

Sinergismologia: o sinergismo projetabilidade–reaprendizagem dessomática; o sinergismo automotivação–autopriorização projetiva; o sinergismo paracérebro-paraperceptibilidade; o sinergismo da convivialidade sadia; o sinergismo coesão-coerência-clareza.

Principiologia: o princípio da descrença (PD) aplicado à projetabilidade lúcida; o princípio da liderança doadora assistencial; o princípio do exemplarismo pessoal (PEP); os princípio da Seriexologia; o princípio de toda conscin ser pré-dessomante; o princípio da autocrítica cosmoética; o princípio do Universalismo na prática.

Codigologia: o código pessoal da Cosmoética (CPC) favorecendo o pré-dessomante; o autoparapsiquismo útil aperfeiçoando o CPC.

Teoriologia: a teoria dos fenômenos parapsíquicos; a teoria das reurbexes; a teoria da personalidade cosmoética autoconsciente; a teoria do ensaio da morte biológica; a teoria da interassistencialidade multidimensional; a teoria da projeção consciente (PC).

Tecnologia: as técnicas projetivas da Escola de Projeção Lúcida do Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia (IIPC); a técnica da autopacificação tenepessista; a técnica interassistencial do acolhimento-orientação-encaminhamento utilizada na tenepes; a técnica de mais 1 ano de vida intrafísica; a técnica da desassim; a técnica da autorganização do projetor lúcido pré-dessomante; as técnicas bioenergéticas; as técnicas das parapesquisas; as técnicas da assistência tarística.

Voluntariologia: o voluntariado tarístico do projetor lúcido assistencial aos dessomantes; o paravoluntariado ombro a ombro com o voluntário cosmoético.

Laboratoriologia: o laboratório conscienciológico da projeção lúcida (Projetarium); o laboratório conscienciológico da diferenciação autopensênica; o laboratório conscienciológico da Autevoluciologia; o laboratório conscienciológico da Paraeducação; o laboratório conscienciológico da Automentalsomatologia; o laboratório conscienciológico do Curso Intermissivo (CI); o laboratório conscienciológico da Autodespertologia.

Colegiologia: o Colégio Invisível da Dessomatologia; o Colégio Invisível da Pararreurbanologia; o Colégio Invisível da Cosmoeticologia; o Colégio Invisível da Projeciologia; o Colégio Invisível da Seriexologia; o Colégio Invisível da Experimentologia; o Colégio Invisível da Recexologia; o Colégio Invisível da Parapercepciologia; o Colégio Invisível da Extrafisicologia; o Colégio Invisível da Evoluciologia.

Efeitologia: a dessoma saudável enquanto o efeito da projetabilidade lúcida; o efeito reorganizador da projeção lúcida no pré-dessomante; o efeito elucidativo da projetabilidade às conscins na terceira e quarta idades; o efeito esclarecedor do fenômeno da autobilocação; o efeito teático da autopacificação íntima no entendimento dessomático; os efeitos dos extrapolacionismos parapsíquicos evitando imaturidades; o efeito da pacificidade das ideias originais; os efeitos serenos otimizadores da dessoma inteligente.

Neossinapsologia: as neossinapses advindas das projeções lúcidas; as neossinapses projetivas fixadas ao cérebro e paracérebro preparando para a dessoma.

Ciclologia: o ciclo coincidência-descoincidência do pré-dessomante; o ciclo pré-dessoma–dessoma–pós-dessoma.

Enumerologia: a autexperimentação; a autoparaperceptibilidade; as retrocognições; a abertura de caminhos; a articulação da proéxis; a observação do fluxo do Cosmos; a catalisação evolutiva.

Binomiologia: o binômio pré-dessomante–dessoma; o binômio projetabilidade–aprendiz da dessoma; o binômio dessomante lúcido–amparador atuante; o binômio cérebro-paracérebro; o binômio paraprendizagem–dessoma lúcida.

Interaciologia: a interação conscin projetada–consciex amparada; a interação holomaturidade–convivialidade interassistencial; a interação autolucidez-reciclagem; a interação fatos-parafatos; a interação projeção lúcida–perspectivação da dessoma; a interação amparador–pré-dessomante.

Crescendologia: o crescendo projeção consciente-cosmoconsciência; o crescendo atenção multidimensional–projetabilidade interassistencial; o crescendo consecução proexológica–desenvolvimento parapsíquico; o crescendo soltura energossomática–descoincidência vígil; o crescendo recebimento-retribuição; o crescendo cascagrossismo-parapercepções; o crescendo ausência de conhecimento pré-dessomático–reeducação pré-dessomática.

Antagonismologia: o antagonismo projetor atilado / conscin de vida trancada; o antagonismo longevidade produtiva / longevidade contemplativa; o antagonismo apego / desapego; o antagonismo pararrecepção de acolhimento / pararrecepção assediadora; o antagonismo ação / inação; o antagonismo geronte demente / geronte lúcido; o antagonismo maturidade afetiva / tolices afetivas.

Paradoxologia: o paradoxo de viver como se nunca fosse dessomar; o paradoxo da autobilocação, a consciência sai de si mesma para estudar a si própria; o paradoxo de ao se estudar a dessoma, se valorizar mais a vida; o paradoxo de o jovem impulsivo se tornar idoso sereno.

Politicologia: a projeciocracia; a lucidocracia; a cosmoeticocracia; a verbaciocracia; a meritocracia; a evoluciocracia; a proexocracia; a assistenciocracia.

Legislogia: a lei de causa e efeito; a lei da serialidade; a lei da grupalidade; as leis da empatia; as leis da proéxis.

Filiologia: a projeciofilia; a teaticofilia; a conviviofilia; a autopesquisofilia; a neofilia; a cosmopensenofilia; a parapsicofilia.

Fobiologia: a gerontofobia; a projeciofobia; a autofobia; a tanatofobia; a dessomatofobia; a parafenomenofobia; a proexofobia.

Sindromologia: a síndrome da dispersão; a síndrome do conflito de paradigmas.

Mitologia: o mito das asas de anjos; o mito do céu e inferno; o mito de o dessomante se transformar em santo; o mito de o geronte não aprender mais nada.

Holotecologia: a dessomatoteca; a projecioteca; a teaticoteca; a convivioteca; a sinaleticoteca; a geriatroteca; a cosmoeticoteca; a assistencioteca.

Interdisciplinologia: a Dessomatologia; a Projeciologia; a Energossomatologia; a Intrafisicologia; a Extrafisicologia; a Gerontologia; a Teaticologia; a Multidimensiologia; a Mentalsomatologia; a Seriexologia; a Autopesquisologia; a Evoluciologia.

Perfilologia

Elencologia: a conscin projetora lúcida; a isca humana lúcida; o ser desperto; o ser interassistencial; a conscin pré-dessomante.

Hominologia: o Homo sapiens dessomaticus; o Homo sapiens lucidus; o Homo sapiens amicus; o Homo sapiens projectius; o Homo sapiens tenepessista; o Homo sapiens parapsychicus; o Homo sapiens despertus.

Argumentologia

Exemplologia: projetor primário lúcido pré-dessomante = a conscin geronte praticante de técnicas projetivas, trabalhando em prol da pré-dessoma lúcida; projetor avançado lúcido pré-dessomante = a conscin geronte lúcida com experiências projetivas de cosmoconsciência.

Culturologia: a cultura da Dessomatologia; a cultura da Projeciologia; a cultura da paraperceptibilidade.

Gerontologia. Sob a ótica da Projeciologia, considerando a importância da preparação da dessoma para a condição de lucidez extrafísica da consciex, eis, por exemplo, em ordem alfabética, 14 condições estimuladoras ao projetor lúcido geronte:

  1. Abertismo. Manter a mente aberta a neoideias.
  2. Assistencialidade. Ter como meta maior a interassistencialidade multidimensional.
  3. Atenção. Qualificar os atributos atenção e concentração, base das aprendizagens e paraprendizagens.
  4. Autorganização. Programar-se para viver em ambiente prazeroso, instigante e estimulador.
  5. Convivialidade. Evitar o isolamento social.
  6. Criatividade. Buscar a criatividade, manifestação fundamental ao geronte nas gescons.
  7. Desapego. Trabalhar as perdas inevitáveis da idade avançada.
  8. Exercício. Cultivar a memória acessando a holomemória.
  9. Intelectualidade. Desafiar o cérebro envelhecido, trabalhar com o cérebro dicionarizado.
  10. Lucidez. Buscar dessomar com inteligência, abandonar afeições exarcebadas e apegos.
  11. Ortopensenidade. Pensenizar sadiamente.
  12. Produtividade. Priorizar as gescons, envelhecer é acumular sabedoria.
  13. Proéxis. Alcançar o completismo, a desperticidade e a ofiex.
  14. Profilaxia. Preparar-se para o envelhecer.

Acabativa

Remissiologia. Pelos critérios da Dessomatologia, eis, por exemplo, na ordem alfabética, 15 verbetes da Enciclopédia da Conscienciologia, e respectivas especialidades e temas centrais, evidenciando relação estreita com o projetor lúcido pré-dessomante, indicados para a expansão das abordagens detalhistas, mais exaustivas, dos pesquisadores, mulheres e homens interessados:

  1. Abertismo consciencial: Evoluciologia; Homeostático.
  2. Agente retrocognitor: Mnemossomatologia; Homeostático.
  3. Colégio Invisível da Dessomatologia: Colegiologia; Homeostático.
  4. Conexão interdimensional: Conexologia; Neutro.
  5. Dessoma lúcida: Dessomatologia; Homeostático.
  6. Dessomática: Dessomatologia; Neutro.
  7. Ensaio dessomático projetivo: Projeciologia; Neutro.
  8. Fixação parapsíquica: Parapercepciologia; Homeostático.
  9. Geronte evolutivo: Gerontologia; Homeostático.
  10. Harmoniologia: Cosmoeticologia; Homeostático.
  11. Longevidade produtiva: Intrafisicologia; Homeostático.
  12. Organização pró-dessoma: Intrafisicologia; Homeostático.
  13. Parapsiquismo: Parapercepciologia; Homeostático.
  14. Pré-intermissivista: Intrafisicologia; Homeostático.
  15. Teaticologia: Intrafisicologia; Homeostático.

O projetor lúcido pré-dessomante obtém, quando fora do soma, informações esclarecedoras, paraprendizagens cosmoéticas e evolutivas, otimizando a reparação da dessoma consciente.

Você na condição de pré-dessomante, preocupa-se com a dessoma próxima? Com motivação e com bom humor?

O Projetor consciente e a morte biológica (dessomatologia)

Referências

Entre em contato

Clique aqui – Fale conosco

#ParePraPensar

Pare, respire, feche os olhos. Assente-se em um local confortável, onde você se sinta bem e tranquilo(a). Mantenha sua coluna ereta, assim melhora a circulação das energias, a circulação sanguínea e sem a pressão do apoio.

Agora: OBSERVE OS PENSAMENTOS!

Rolar para cima