Um site que ajudou 65 mil pessoas não pode morrer

O Projetor consciente e a morte biológica

O Projetor consciente e a morte biológica ou projetor lúcido pré-dessomante é a conscin, homem ou mulher, na terceira ou quarta idade biológica, desenvolta e veterana quanto à saída temporária para fora do corpo humano, usufruindo de conhecimentos e paraconhecimentos otimizadores da dessoma consciente.

“Estude a morte, você vai sair vivo dela”

Slogan do Colégio Invisível da Dessomatologia

  1. Projetor lúcido geronte. 
  2. Projetor lúcido longevo. 
  3. Projetor lúcido idoso. 
  4. Conscin projetora pré-dessomática.

Neologia. As 3 expressões compostas projetor lúcido pré-dessomante, projetor lúcido primário pré-dessomante e projetor lúcido avançado pré-dessomante são neologismos técnicos da Dessomatologia.

Antonimologia: 1. Conscin idosa trancada. 2. Conscin pré-dessomática obnubilada. 3. Projetor geronte não lúcido.

Estrangeirismologia: o upgrade pré-dessomante.

Atributologia: predomínio das percepções extrassensoriais, notadamente do autodiscernimento quanto à aplicabilidade evolutiva da projeção lúcida (PL).

Megapensenologia. Eis 2 megapensenes trivocabulares referentes ao tema: – Projetor, atleta transcendente. Parapsiquismo, megachave multidimensional.

“Humor não é um estado de espírito, mas uma visão do mundo”

Ludwig Wittgenstein, 1889–1951

Fatuística

Pensenologia: o holopensene pessoal do projetor pré-dessomante; o holopensene da projetabilidade lúcida (PL); o holopensene do geronte lúcido; a harmonia entre os holopensenes multidimensionais; o holopensene pessoal do autorrevezamento; os parapensenes; a parapensenidade; os lucidopensenes; a lucidopensenidade; os ortopensenes; a ortopensenidade; os cosmopensenes; a cosmopensenidade; o fato de a conscin deixar rastros da própria vida mediante a assinatura pensênica; o fato de a pensenização da transição do descarte do corpo físico constituir o materpensene da dessomática.

Fatologia: a disponibilidade projetiva bem intencionada; a produtividade do pré-dessomante na terceira ou quarta idade; o slogan do Colégio Invisível da Dessomatologia: – “Estude a morte, você vai sair vivo dela”; o fato de o projetor pré-dessomático carregar consigo a riqueza intraconsciencial; o planejamento da longevidade pessoal útil desde a adolescência; a reeducação dos idosos para o aproveitamento da longevidade pelo mentalsoma; a liderança intermissivista do pré-dessomante; a busca por ambiente acolhedor estimulante ao aprendizado projetivo; a velhice enquanto domínio íntimo contra o tempo; as imaturidades em geral prejudicando as parapercepções; a desdramatização da idade intrafísica; o fato da condição de ser idoso ou jovem não significar o alcance de êxito evolutivo; a hiperacuidade empregada na compreensão das experiências pré-dessomáticas; a condição de geronte perspicaz sendo ideal para as gestações conscienciais; as neoideias desencadeando fraternismo proexológico; a reestruturação do humor equilibrado; a melhoria da Ficha Evolutiva Pessoal (FEP); o fato de a dessoma ser inevitável a toda conscin; a maturidade do projetor pré-dessomante; a harmonia interconsciencial; o abertismo consciencial, do berço ao crematório; a maturidade consciencial do geronte facultando realizações construtivas e renovadoras; a fixação projetiva conquistada; a captação do trafor de projetor interassistencial; a hipótese de a condição de projetor pré-dessomante ampliar a longevidade; os redutores do autodiscernimento; as oportunidades educativas e reeducativas; as aprendizagens cerebrais e paracerebrais; a reflexão e autopesquisa dessomática; a condição da proéxis aplicada ao tempo de vida restante; as reciclagens constantes; a condição da renovação enquanto reconstrução evolutiva; a condição de envelhecimento do cérebro e enriquecimento do paracérebro; a paciência nos desafios projetivos; o geronte na fase produtiva da gescon pessoal; a teática pacifista do projetor pré-dessomante; o posicionamento assertivo e coerente perante a vivência do corpus da Conscienciologia; a conquista da desperticidade; as renovações cognitivas; o autoposicionamento e a autossustentabilidade na tenepes auxiliando cosmoeticamente qualquer contrafluxo evidenciado; a conquista da holomaturidade das consciências neste planeta Terra; a condição de pré-dessomante lúcido enquanto profilaxia da parapsicose post-mortem; o preparo à própria dessoma atual; a vivência regular da automegaeuforização favorecendo a longevidade; a condição de projetor atilado pré-dessomante facultando o ato de pensar no Cosmos sem fronteiras.

Parafatologia: a autovivência do estado vibracional (EV) profilático; a PL facultando à conscin pré-dessomática; a recuperação de cons; as retratações e reconciliações grupocármicas; a projeção lúcida autopersuasiva explicitando o fato de a dessoma acontecer apenas biologicamente; o parafato de o soma sem a consciência lembrar o cadáver humano; os empreendimentos projetivos autorreeducativos; a projetabilidade na terceira e quarta idades facultando a desenvoltura e eficiência da conscin lúcida; o parabanho energético como gratificação em trabalhos assistenciais pré-dessomático; a importância do mapeamento da sinalética energética e parapsíquica pessoal; a paraperceptibilidade relativa ao soma; a construção dos saberes multidimensionais na terceira e quarta idades; a preparação do autorrevezamento multiexistencial; os resquícios do energossoma no recém-dessomado; a necessidade teática do desenvolvimento da autoconscientização multidimensional (AM); a clarividência no estado da descoincidência vígil; a paraperceptibilidade da atenção aplicada às múltiplas dimensões; a bússola consciencial direcionando ações indicadoras da megafraternidade; o discernimento mentalsomático das informações e vivências extrafísicas; a coexistência fraterna entre conscins e consciexes; a tenepes; a ofiex; o autodiscernimento da inteligência evolutiva (IE); a atuação do amparador técnico em projetabilidade lúcida ombro a ombro com o idoso; as retrocognições extrafísicas enquanto provas decisivas da própria seriéxis; a conexão com a Central Extrafísica das Energias (CEE); as reciclagens cognitivas e paracognitivas; as evocações seriexológicas; as paraprendizagens enobrecedoras; o autocomprometimento pré-ressomático do intermissivista atuante; as equipexes paratécnicas em Dessomática; o Paradireito pós-dessoma; a evidência da paraprocedência latente para a conscin lúcida fora do corpo físico; a vivência da Cosmoética e o Universalismo no cotidiano multidimensional.

Uma mão segura uma bolha, por Unsplash.com
O Projetor consciente e a morte biológica

Detalhismo

Sinergismologia: o sinergismo projetabilidade–reaprendizagem dessomática; o sinergismo automotivação–autopriorização projetiva; o sinergismo paracérebro-paraperceptibilidade; o sinergismo da convivialidade sadia; o sinergismo coesão-coerência-clareza.

Principiologia: o princípio da descrença (PD) aplicado à projetabilidade lúcida; o princípio da liderança doadora assistencial; o princípio do exemplarismo pessoal (PEP); os princípio da Seriexologia; o princípio de toda conscin ser pré-dessomante; o princípio da autocrítica cosmoética; o princípio do Universalismo na prática.

Codigologia: o código pessoal da Cosmoética (CPC) favorecendo o pré-dessomante; o autoparapsiquismo útil aperfeiçoando o CPC.

Teoriologia: a teoria dos fenômenos parapsíquicos; a teoria das reurbexes; a teoria da personalidade cosmoética autoconsciente; a teoria do ensaio da morte biológica; a teoria da interassistencialidade multidimensional; a teoria da projeção consciente (PC).

Tecnologia: as técnicas projetivas da Escola de Projeção Lúcida do Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia (IIPC); a técnica da autopacificação tenepessista; a técnica interassistencial do acolhimento-orientação-encaminhamento utilizada na tenepes; a técnica de mais 1 ano de vida intrafísica; a técnica da desassim; a técnica da autorganização do projetor lúcido pré-dessomante; as técnicas bioenergéticas; as técnicas das parapesquisas; as técnicas da assistência tarística.

Voluntariologia: o voluntariado tarístico do projetor lúcido assistencial aos dessomantes; o paravoluntariado ombro a ombro com o voluntário cosmoético.

Laboratoriologia: o laboratório conscienciológico da projeção lúcida (Projetarium); o laboratório conscienciológico da diferenciação autopensênica; o laboratório conscienciológico da Autevoluciologia; o laboratório conscienciológico da Paraeducação; o laboratório conscienciológico da Automentalsomatologia; o laboratório conscienciológico do Curso Intermissivo (CI); o laboratório conscienciológico da Autodespertologia.

Colegiologia: o Colégio Invisível da Dessomatologia; o Colégio Invisível da Pararreurbanologia; o Colégio Invisível da Cosmoeticologia; o Colégio Invisível da Projeciologia; o Colégio Invisível da Seriexologia; o Colégio Invisível da Experimentologia; o Colégio Invisível da Recexologia; o Colégio Invisível da Parapercepciologia; o Colégio Invisível da Extrafisicologia; o Colégio Invisível da Evoluciologia.

Efeitologia: a dessoma saudável enquanto o efeito da projetabilidade lúcida; o efeito reorganizador da projeção lúcida no pré-dessomante; o efeito elucidativo da projetabilidade às conscins na terceira e quarta idades; o efeito esclarecedor do fenômeno da autobilocação; o efeito teático da autopacificação íntima no entendimento dessomático; os efeitos dos extrapolacionismos parapsíquicos evitando imaturidades; o efeito da pacificidade das ideias originais; os efeitos serenos otimizadores da dessoma inteligente.

Neossinapsologia: as neossinapses advindas das projeções lúcidas; as neossinapses projetivas fixadas ao cérebro e paracérebro preparando para a dessoma.

Ciclologia: o ciclo coincidência-descoincidência do pré-dessomante; o ciclo pré-dessoma–dessoma–pós-dessoma.

Enumerologia: a autexperimentação; a autoparaperceptibilidade; as retrocognições; a abertura de caminhos; a articulação da proéxis; a observação do fluxo do Cosmos; a catalisação evolutiva.

Binomiologia: o binômio pré-dessomante–dessoma; o binômio projetabilidade–aprendiz da dessoma; o binômio dessomante lúcido–amparador atuante; o binômio cérebro-paracérebro; o binômio paraprendizagem–dessoma lúcida.

Interaciologia: a interação conscin projetada–consciex amparada; a interação holomaturidade–convivialidade interassistencial; a interação autolucidez-reciclagem; a interação fatos-parafatos; a interação projeção lúcida–perspectivação da dessoma; a interação amparador–pré-dessomante.

Crescendologia: o crescendo projeção consciente-cosmoconsciência; o crescendo atenção multidimensional–projetabilidade interassistencial; o crescendo consecução proexológica–desenvolvimento parapsíquico; o crescendo soltura energossomática–descoincidência vígil; o crescendo recebimento-retribuição; o crescendo cascagrossismo-parapercepções; o crescendo ausência de conhecimento pré-dessomático–reeducação pré-dessomática.

Antagonismologia: o antagonismo projetor atilado / conscin de vida trancada; o antagonismo longevidade produtiva / longevidade contemplativa; o antagonismo apego / desapego; o antagonismo pararrecepção de acolhimento / pararrecepção assediadora; o antagonismo ação / inação; o antagonismo geronte demente / geronte lúcido; o antagonismo maturidade afetiva / tolices afetivas.

Paradoxologia: o paradoxo de viver como se nunca fosse dessomar; o paradoxo da autobilocação, a consciência sai de si mesma para estudar a si própria; o paradoxo de ao se estudar a dessoma, se valorizar mais a vida; o paradoxo de o jovem impulsivo se tornar idoso sereno.

Politicologia: a projeciocracia; a lucidocracia; a cosmoeticocracia; a verbaciocracia; a meritocracia; a evoluciocracia; a proexocracia; a assistenciocracia.

Legislogia: a lei de causa e efeito; a lei da serialidade; a lei da grupalidade; as leis da empatia; as leis da proéxis.

Filiologia: a projeciofilia; a teaticofilia; a conviviofilia; a autopesquisofilia; a neofilia; a cosmopensenofilia; a parapsicofilia.

Fobiologia: a gerontofobia; a projeciofobia; a autofobia; a tanatofobia; a dessomatofobia; a parafenomenofobia; a proexofobia.

Sindromologia: a síndrome da dispersão; a síndrome do conflito de paradigmas.

Mitologia: o mito das asas de anjos; o mito do céu e inferno; o mito de o dessomante se transformar em santo; o mito de o geronte não aprender mais nada.

Holotecologia: a dessomatoteca; a projecioteca; a teaticoteca; a convivioteca; a sinaleticoteca; a geriatroteca; a cosmoeticoteca; a assistencioteca.

Interdisciplinologia: a Dessomatologia; a Projeciologia; a Energossomatologia; a Intrafisicologia; a Extrafisicologia; a Gerontologia; a Teaticologia; a Multidimensiologia; a Mentalsomatologia; a Seriexologia; a Autopesquisologia; a Evoluciologia.

Perfilologia

Elencologia: a conscin projetora lúcida; a isca humana lúcida; o ser desperto; o ser interassistencial; a conscin pré-dessomante.

Hominologia: o Homo sapiens dessomaticus; o Homo sapiens lucidus; o Homo sapiens amicus; o Homo sapiens projectius; o Homo sapiens tenepessista; o Homo sapiens parapsychicus; o Homo sapiens despertus.

Argumentologia

Exemplologia: projetor primário lúcido pré-dessomante = a conscin geronte praticante de técnicas projetivas, trabalhando em prol da pré-dessoma lúcida; projetor avançado lúcido pré-dessomante = a conscin geronte lúcida com experiências projetivas de cosmoconsciência.

Culturologia: a cultura da Dessomatologia; a cultura da Projeciologia; a cultura da paraperceptibilidade.

Gerontologia. Sob a ótica da Projeciologia, considerando a importância da preparação da dessoma para a condição de lucidez extrafísica da consciex, eis, por exemplo, em ordem alfabética, 14 condições estimuladoras ao projetor lúcido geronte:

  1. Abertismo. Manter a mente aberta a neoideias.
  2. Assistencialidade. Ter como meta maior a interassistencialidade multidimensional.
  3. Atenção. Qualificar os atributos atenção e concentração, base das aprendizagens e paraprendizagens.
  4. Autorganização. Programar-se para viver em ambiente prazeroso, instigante e estimulador.
  5. Convivialidade. Evitar o isolamento social.
  6. Criatividade. Buscar a criatividade, manifestação fundamental ao geronte nas gescons.
  7. Desapego. Trabalhar as perdas inevitáveis da idade avançada.
  8. Exercício. Cultivar a memória acessando a holomemória.
  9. Intelectualidade. Desafiar o cérebro envelhecido, trabalhar com o cérebro dicionarizado.
  10. Lucidez. Buscar dessomar com inteligência, abandonar afeições exarcebadas e apegos.
  11. Ortopensenidade. Pensenizar sadiamente.
  12. Produtividade. Priorizar as gescons, envelhecer é acumular sabedoria.
  13. Proéxis. Alcançar o completismo, a desperticidade e a ofiex.
  14. Profilaxia. Preparar-se para o envelhecer.

Acabativa

Remissiologia. Pelos critérios da Dessomatologia, eis, por exemplo, na ordem alfabética, 15 verbetes da Enciclopédia da Conscienciologia, e respectivas especialidades e temas centrais, evidenciando relação estreita com o projetor lúcido pré-dessomante, indicados para a expansão das abordagens detalhistas, mais exaustivas, dos pesquisadores, mulheres e homens interessados:

  1. Abertismo consciencial: Evoluciologia; Homeostático.
  2. Agente retrocognitor: Mnemossomatologia; Homeostático.
  3. Colégio Invisível da Dessomatologia: Colegiologia; Homeostático.
  4. Conexão interdimensional: Conexologia; Neutro.
  5. Dessoma lúcida: Dessomatologia; Homeostático.
  6. Dessomática: Dessomatologia; Neutro.
  7. Ensaio dessomático projetivo: Projeciologia; Neutro.
  8. Fixação parapsíquica: Parapercepciologia; Homeostático.
  9. Geronte evolutivo: Gerontologia; Homeostático.
  10. Harmoniologia: Cosmoeticologia; Homeostático.
  11. Longevidade produtiva: Intrafisicologia; Homeostático.
  12. Organização pró-dessoma: Intrafisicologia; Homeostático.
  13. Parapsiquismo: Parapercepciologia; Homeostático.
  14. Pré-intermissivista: Intrafisicologia; Homeostático.
  15. Teaticologia: Intrafisicologia; Homeostático.

O projetor lúcido pré-dessomante obtém, quando fora do soma, informações esclarecedoras, paraprendizagens cosmoéticas e evolutivas, otimizando a reparação da dessoma consciente.

Você na condição de pré-dessomante, preocupa-se com a dessoma próxima? Com motivação e com bom humor?

O Projetor consciente e a morte biológica (dessomatologia)

Referências

Entre em contato

Clique aqui – Fale conosco

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
você também pode gostar
EM breve novo Livro

EV

mais popular

NÃO DEIXE nada BOM MORRER!

ESTE SITE SERÁ DESATIVADO!

Mas você tem o poder para que isso não aconteça, e ainda sair ganhando com a sua virtude. — Ao doar R$97,00 você recebe um ebook;  — Ao Doar R$197,00 além do ebook você terá acesso (login e senha) a novos conteúdos.

#ParePraPensar

Fique por dentro de novas ferramentas para desenvolvimento pessoal, EV e projeção