Um caranguejo, tendo subido do mar para a praia, pastava solitário. Uma raposa faminta avistou-o e, como não tinha o que comer, correu sobre ele e agarrou-o.

Então o caranguejo, prestes a ser devorado, exclamou: “Eu, de fato, mereço isto que me acontece, visto que, sendo marinho, quis tornar-me terrestre.

Assim também entre os homens: Aqueles que abandonam as suas ocupações próprias para se envolverem em assuntos que em nada lhes concernem, caem naturalmente em desventura.

#ParePraPensar

Pare, respire, feche os olhos. Assente-se em um local confortável, onde você se sinta bem e tranquilo(a). Mantenha sua coluna ereta, assim melhora a circulação das energias, a circulação sanguínea e sem a pressão do apoio.

Agora: OBSERVE OS PENSAMENTOS!

Rolar para cima