O Cão e a Lebre

Um cão de caça, tendo pegado uma lebre, ora a mordicava, ora lhe lambia os beiços. Até que a lebre, importunada, lhe disse:

“Ó tu aí! para de me morder ou de me beijar, para que eu saiba se tu és meu inimigo ou meu amigo!”

Esta fábula é adequada ao homem ambíguo.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
você também pode gostar
EM breve novo Livro

EV

mais popular

#ParePraPensar

Fique por dentro de novas ferramentas para desenvolvimento pessoal, EV e projeção