O Cão adormecido e o Lobo

Um cão dormia na entrada de uma granja. Entretanto, um lobo saltou sobre ele, e estava prestes a fazer dele a sua refeição quando o cão lhe pediu que não o imolasse logo.

“Atualmente”, argumentou ele, “eu estou magro e fraco; porém, se tu esperares algum tempo, brevemente os meus donos vão celebrar as suas bodas, e eu, nessa ocasião, vou comer muito e ficarei gordo, e me tornarei um alimento mais agradável para ti.”

O lobo então deixou-se persuadir e foi-se embora. Alguns dias depois ele voltou e, encontrando o cão dormindo num lugar alto da casa, parou em baixo e chamou por ele, lembrando-lhe o que fora combinado.

E o cão: “Realmente, ó lobo, se, a partir de hoje, tu me vires dormindo na entrada da granja, não esperes mais as bodas.”

Esta fábula mostra que as pessoas sensatas, quando se livram de algum perigo, ficam em guarda para o resto da vida.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
você também pode gostar
EM breve novo Livro

EV

mais popular

#ParePraPensar

Fique por dentro de novas ferramentas para desenvolvimento pessoal, EV e projeção