A (valorização da projeção consciente) projeciofilia é o gosto, apreço, interesse, afinidade, predisposição de a conscin, homem ou mulher, compreender a importância de vivenciar o fenômeno da projeção consciente, além de priorizar e se dedicar ao estudo da Ciência Projeciologia, visando a interassistência tarística e a conquista da autoconscientização multidimensional.

  1. Interesse pela Projeciologia. 
  2. Projeciofilia. 
  3. Apreço pela Projeciologia. 
  4. Gosto pela projeção consciente.

Neologia. As duas expressões compostas projeciofilia incipiente e projeciofilia veterana são neologismos técnicos da Projeciologia.

Confira as minhas experiências de Projeção Consciente. Já descobri mil modos de como não projetar. 😉

Antonimologia: 1. Desinteresse pela projeção consciente. 2. Desprezo pela Projeciologia. 3. Projeciofobia.

Estrangeirismologia: o Projectarium; a open mind multidimensional proporcionada pela vivência da projeção consciente; a teática da autoconscientização multidimensional full time.

Atributologia: predomínio das percepções extrassensoriais, notadamente do autodiscernimento quanto à priorização da projetabilidade lúcida.

Megapensenologia. Eis megapensene trivocabular relativo ao tema: – Projetabilidade: passaporte multidimensional.

Fatuística

Pensenologia: o holopensene pessoal de interesse pelo estudo da projeção consciente; os ortopensenes; a ortopensenidade; os lucidopensenes; a lucidopensenidade; os parapensenes; a parapensenidade; os evoluciopensenes; a evoluciopensenidade; as assinaturas pensênicas deixadas pelo projetor nas dimensões extrafísicas.

Fatologia: o estudo constante e disciplinado sobre a projeção consciente; o estudo da cronologia da Ciência Projeciologia; o estudo das fases da projeção consciente; a autodecisão de investir no desenvolvimento da projetabilidade lúcida; o aprendizado adquirido a partir do estudo da Projeciologia; a compreensão, a partir de certo patamar evolutivo, de a projeção consciente tornar-se indispensável e necessária para toda conscin lúcida; a desdramatização do fenômeno da saída lúcida do corpo; a saturação mental alcançada a partir da leitura de relatos projetivos; a troca de experiências projetivas com outros projetores; a motivação pessoal para aplicar técnicas projetivas e desencadear o fenômeno da projeção consciente; a priorização da tares; a agenda extrafísica com os alvos projetivos a serem alcançados; os registros auxiliando na interpretação correta do conteúdo do parafenômeno; a repetição da aplicação de técnicas projetivas a fim de alcançar a autonomia na saída fora do corpo; o aprofundamento das autopesquisas otimizado a partir das projeções conscientes; os registros projetivos ininterruptos, enriquecendo o arquivo pessoal; a base intrafísica organizada com a finalidade de sair do corpo; o planejamento do projetor para aumentar a lucidez durante o momento da decolagem do psicossoma; o Curso Integrado de Projeciologia (CIP) e a Escola de Projeção Lúcida (EPL) do Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia (IIPC); as dinâmicas parapsíquicas das Instituições Conscienciocêntricas (ICs).

Parafatologia: a autovivência do estado vibracional (EV) profilático; a vivência da projeção de consciência contínua; a identificação do cordão de prata; o autesforço contínuo para o desenvolvimento projetivo; a valorização das conquistas das primeiras experiências projetivas; o fim do sonambulismo evolutivo; o impacto da primeira projeção consciente lúcida autocomprovando a vida após a dessoma, desfazendo a monovisão materiológica; a certeza íntima da sobrevivência da consciência após a dessoma; a autoconscientização a partir da vivência da projeção consciente vexaminosa mostrando a necessidade e a responsabilidade de fazer assistência; a manutenção da amizade entre a conscin projetora e os amparadores extrafísicos através do trabalho assistencial conjunto; a conduta cosmoética da conscin projetora no extrafísico; a discriminação da aura projetiva; as parapercepções da conscin projetada; o autabraço; a autobilocação; a autopermeabilidade; a vivência de parafenômenos; os banhos energéticos pós-projetivos; a possibilidade de conscins projetoras afinizadas se encontrarem no extrafísico; o reencontro com parentes e amigos dessomados; a autoconscientização multidimensional (AM); a projeção pelo mentalsoma; a cosmoconsciência.

Detalhismo

Sinergismologia: o sinergismo projeção consciente–interassistência; o sinergismo leitura de relatos projetivos–aplicação de técnicas projetivas; o sinergismo abertismo consciencial–projetabilidade lúcida; o sinergismo conscin projetora cosmoética–amparador extrafísico; o sinergismo projetor consciente–docente de Conscienciologia; o sinergismo projetivo flexibilidade energossomática–equilíbrio psicossomático; o sinergismo agenda projetiva–lucidez extrafísica.

Principiologia: o princípio da descrença (PD) aplicado ao desenvolvimento projetivo; o princípio do exemplarismo pessoal (PEP).

Codigologia: o código pessoal de Cosmoética (CPC) aplicado ao desenvolvimento projetivo.

Teoriologia: a teoria da projetabilidade lúcida (PL); a teoria do corpo objetivo.

Tecnologia: as técnicas projetivas; a técnica da imersão projetiva; as técnicas de rememoração da projeção consciente; a técnica do estado vibracional; a técnica da autorganização consciencial; a técnica da projeção energética; a técnica da expansão das energias conscienciais (ECs).

Voluntariologia: os voluntários das Instituições Conscienciocêntricas (ICs).

Laboratoriologia: o laboratório conscienciológico das técnicas projetivas; o laboratório conscienciológico da Mentalsomatologia; o laboratório conscienciológico da autorganização; o laboratório conscienciológico da Pensenologia; o laboratório conscienciológico da imobilidade física vígil (IFV); o laboratório conscienciológico da tenepes; o laboratório conscienciológico do Acoplamentarium; o laboratório conscienciológico do estado vibracional.

Colegiologia: o Colégio Invisível da Projeciologia; o Colégio Invisível da Interassistenciologia.

Efeitologia: os efeitos do estado vibracional sobre o energossoma; os efeitos das primeiras experiências projetivas sobre a motivação de produzir novas experiências; o efeito da vivência da projeção consciente transparecer na recin da conscin projetora.

Neossinapsologia: as neossinapses geradas pela projetabilidade lúcida.

Ciclologia: o ciclo projetivo; o ciclo motivação para a aplicação de técnica projetiva–disciplina na aplicação de técnica projetiva–projeção consciente alcançada; o ciclo estudo–vivência projetiva–projeciografia–projeciocrítica–publicação.

Enumerologia: o autodidatismo; a automotivação; o autabertismo; a autopriorização; a autodisciplina; a autovivência; a autocomprovação.

Binomiologia: o binômio desinteresse pela projeção consciente–recesso projetivo; o binômio interesse pela projeção consciente–experimento projetivo; o binômio teoria-prática; o binômio estudo-autexperimentação; o binômio experiência-aprendizagem; o binômio lucidez extrafísica–rememoração posterior; o binômio discrição intrafísica–superexposição extrafísica.

Interaciologia: a interação amparando-amparador; a interação cérebro-paracérebro; a interação mentalsoma-psicossoma-energossoma-soma; a interação reciclagem intraconsciencial–projeção consciente; a interação domínio das energias–projeção consciente; a interação autodesassédio–projeção consciente; a interação interassistência–projeção consciente.

Antagonismologia: o antagonismo racionalidade / emocionalidade; o antagonismo vida projetiva / vida intrafísica; o antagonismo psicosfera projetiva / vida humana trancada; o antagonismo autoparapsiquismo lúcido / cascagrossismo; o antagonismo materialismo / multidimensionalidade; o antagonismo autocerteza / achismo; o antagonismo euforia pós-projetiva / ressaca energética pós-projetiva; o antagonismo abordagem intrafísica / abordagem extrafísica.

Paradoxologia: o paradoxo de quanto mais a pessoa sai de si, mais se conhece.

Politicologia: a projeciocracia; a lucidocracia.

Legislogia: a lei do maior esforço aplicado ao estudo e desenvolvimento projetivo.

Filiologia: a projeciofilia; a parafenomenofilia; a neofilia; a priorofilia; a cosmoeticofilia; a evoluciofilia; a assistenciofilia; a conscienciofilia; a pesquisofilia.

Fobiologia: a projeciofobia; a expectrofobia; a profilaxia da tanatofobia.

Sindromologia: a síndrome de hipomnésia.

Holotecologia: a experimentoteca; a projecioteca; a fenomenoteca; a mentalsomatoteca; a interassistencioteca; a convivioteca; a parapsicoteca; a evolucioteca.

Interdisciplinologia: a Projeciologia; a Projeciografia; a Projeciocriticologia; a Mentalsomatologia; a Multidimensiologia; a Autodidaticologia; a Autopesquisologia; a Autocriticologia; a Interassistenciologia; a Extrafisicologia.

Perfilologia

Elencologia: a conscin lúcida; a isca humana lúcida; a conscin trancada; a conscin projetora; o ser desperto; o ser interassistencial; a conscin enciclopedista.

Hominologia: o Homo sapiens projectius; o Homo sapiens parapsychicus; o Homo sapiens paraperceptor; o Homo sapiens multidimensionalis; o Homo sapiens tenepessista; o Homo sapiens epicentricus; o Homo sapiens despertus; o Homo sapiens semiconsciex.

Argumentologia

Exemplologia: projeciofilia incipiente = o interesse da conscin motivada, porém não disciplinada o suficiente para desencadear experimentos projetivos em série; projeciofilia veterana = o interesse da conscin motivada e disciplinada o suficiente para desencadear experimentos projetivos em série.

Culturologia: a cultura da projetabilidade lúcida.

Classificação. Conforme a Projeciologia, a projetabilidade pode ser classificada em duas categorias:

  1. Humana. A projetabilidade da conscin, deixando o soma na dimensão intrafísica e se manifestando nas dimensões extrafísica ou mental.
  2. Extrafísica. A projetabilidade da consciex, deixando o psicossoma na dimensão extrafísica e se manifestando na dimensão mental.

Bloqueadores. Segundo a Autopesquisologia, eis, por exemplo, em ordem alfabética, 10 variáveis bloqueadoras mais comuns do desenvolvimento projetivo:

  1. Anticosmoética. A ausência do código pessoal de Cosmoética.
  2. Autossugestão negativa. A manutenção diária de pensamentos negativos “isso não é pra mim”, “eu nunca vou conseguir sair lúcido do corpo”.
  3. Cascagrossismo. A falta de domínio e flexibilidade das energias.
  4. Desmotivação. A despriorização e desmotivação para a saída do soma.
  5. Desorganização. A rotina pessoal desorganizada, mantendo a conscin sem espaço mental para pensar na projeção consciente.
  6. Fechadismo consciencial. A ausência de autocrítica e universalismo, gerados a partir de dogmas e doutrinação.
  7. Ignorância. A falta de conhecimento aprofundado sobre a ciência Projeciologia e sobre o fenômeno da saída fora do corpo.
  8. Indisciplina mental. A necessidade de reeducação dos pensamentos e do controle da atenção saltuária.
  9. Projeciofobia. O medo de sair do soma.
  10. Vida atribulada. A agenda intrafísica lotada de compromissos, sem tempo durante as 24 horas do dia para aplicar técnica projetiva.

Propulsores. Conforme a Autexperimentologia, eis, por exemplo, em ordem alfabética, 10 fatores propulsores da projeciofilia:

  1. Agenda projetiva. A manutenção de agenda extrafísica com alvos motivadores.
  2. Amparador. O interesse pela assistência e consequente companhia de amparador de função.
  3. Aprendizado. As descobertas extrafísicas relacionadas a si próprio ou a algum assunto de pesquisa.
  4. Autocomprovação. A curiosidade sadia de querer experimentar as sensações produzidas durante a projeção consciente na descoincidência do soma e na dimensão extrafísica.
  5. Estudo. A leitura de livros técnicos e de relatos sobre a projeção consciente.
  6. Relatos. A conversa sobre experiências projetivas com outros projetores.
  7. Resultados. A identificação de resultados projetivos das próprias atuações extrafísicas.
  8. Vida organizada. A conscin com rotina organizada, mantendo o hábito de estudo e prática da projeção consciente.
  9. Vivência. Cursos ou dinâmicas parapsíquicas visando a vivência da projetabilidade.
  10. Volitação. Lembrança de volitação e autorrecomposição energética.
Valorização da projeção consciente
Valorização da projeção consciente

Acabativa da Valorização da projeção consciente

Remissiologia. Pelos critérios da Mentalsomatologia, eis, por exemplo, na ordem alfabética, 15 verbetes da Enciclopédia da Conscienciologia, e respectivas especialidades e temas centrais, evidenciando relação estreita com a projeciofilia, indicados para a expansão das abordagens detalhistas, mais exaustivas, dos pesquisadores, mulheres e homens interessados:

  1. Abordagem extrafísica: Extrafisicologia; Neutro.
  2. Alternância interdimensional: Projeciologia; Homeostático.
  3. Autoconscientização multidimensional: Projeciologia; Homeostático.
  4. Autodidatismo parapsíquico: Autodidaticologia; Neutro.
  5. Base intrafísica: Projeciologia; Neutro.
  6. Cosmoconsciência: Comunicologia; Homeostático.
  7. Cronologia da Projeciologia: Historiologia; Neutro.
  8. Efeito do estado vibracional: Energossomatologia; Homeostático.
  9. Lei da Projeciologia: Legislogia; Homeostático.
  10. Lei do maior esforço: Holomaturologia; Homeostático.
  11. Limpidez mental: Mentalsomatologia; Homeostático.
  12. Manifestação parapsíquica: Parafenomenologia; Neutro.
  13. Multidimensionalidade consciencial: Parapercepciologia; Homeostático.
  14. Paravivência: Extrafisicologia; Neutro.
  15. Senso de multidimensionalidade pessoal: Parapercepciologia; Neutro.

A valorização da projeção consciente dinamiza a evolução da conscin lúcida, interessada na interassistência, ao vivenciar a projeção consciente e, assim, alcançar a autoconscientização multidimensional.

Você já identificou se possui perfil projeciofílico? Investe no estudo e desenvolvimento projetivo?

Valorização da projeção consciente

Referências da valorização da projeção consciente

Entre em contato

Clique aqui – Fale conosco

#ParePraPensar

Pare, respire, feche os olhos. Assente-se em um local confortável, onde você se sinta bem e tranquilo(a). Mantenha sua coluna ereta, assim melhora a circulação das energias, a circulação sanguínea e sem a pressão do apoio.

Agora: OBSERVE OS PENSAMENTOS!

Rolar para cima