O que é a Síndrome da Pressa e como lidar

A Síndrome da Pressa também conhecida como doença da pressa, é uma condição que altera o comportamento das pessoas. Não há um tratamento específico para esta síndrome, mas é possível perceber e ajustar a corrida de obstáculos que a própria pessoa enfrenta. Uma das indicações é a mudança na rotina e na maneira de encarar as situações diárias. 

Doença da pressa ou síndrome da pressa?

Imagine que a “doença da pressa” é como um problema na cabeça das pessoas causado pelo jeito muito apressado como vivemos hoje em dia, principalmente nas cidades e no trabalho. Isso faz com que as pessoas se sintam sempre com muita pressa e estressadas.

Mesmo que os médicos e psicólogos não a reconheçam oficialmente como uma doença, eles estudam esse assunto desde os anos 1980 para entender como isso afeta as pessoas. Então, é como se fosse uma espécie de “pressa exagerada” que pode bagunçar a cabeça das pessoas.

Imagem da mulher multitarefa com vários objetos representando a síndrome da pressa

Algumas ideias para desacelerar a síndrome da pressa:

  • Concentre-se no presente;
  • Invista em novas experiências;
  • Repense sua rotina;
  • Dê um tempo e respire;
  • Fique cinco minutos sem fazer nada;
  • Organize-se de maneira realista;

A síndrome da pressa é desencadeada por um padrão de comportamento em que a pessoa acumula atividades. Em muitos casos, o indivíduo, por ansiedade, transforma sua vida em uma correria sem fim para produzir mais, ter mais retorno financeiro e até mesmo para ter mais reconhecimento no trabalho. 

A pressa pode causar síndrome do pânico, estresse, agorafobia, transtorno obsessivo compulsivo, transtorno de ansiedade generalizada, hipertensão arterial, diabetes, problemas alérgicos, dermatites, gastrites, úlceras, obesidade, dentre tantas outras enfermidades. 

Como amenizar a síndrome da pressa

Para não ser apressado, você pode tentar:

  • Concentrar-se na respiração sempre que puder ou lembrar;
  • Comer alimentos saudáveis e leves;
  • Evitar açúcar e cafeína em excesso;
  • Almoçar com calma sem aparelhos eletrônicos (remova TV, celular, tablet, ect);
  • Dormir bem (remover as telas uma hora antes de dormir);
  • Relaxar com músicas leves;
  • Observar a natureza;
  • Dedicar-se mais à família;
  • Realizar tarefas fora do contexto diário;
  • Organizar as tarefas diárias priorizando as mais importantes;
  • Identificar aquilo que gera estresse em sua vida;
  • Entender vivenciar situações positivas;
  • Saber os seus limites;
  • Coloque foco no essencial;
  • Parar de deixar as coisas para a última hora;
  • Usar técnicas de relaxamento;
  • Exercícios de respiração podem ajudar;
  • Faça atividades físicas ao mesno 3 vezes por semana
  • …lazer, ioga e muito mais 

Você também pode tentar:

  • Concentrar-se no presente;
  • Repensar a rotina;
  • Dê um tempo e respire;
  • Fique cinco minutos sem fazer nada;
  • Organize-se de maneira realista;

Características da síndrome da pressa

A síndrome da pressa é caracterizada por um conjunto de comportamentos compostos de sinais como elevada ansiedade, irritação, tensão. Há um sentimento de urgência que se revela em situações onde não há justificativas para tanto. 

As características típicas da síndrome da pressa são:

  • Tensão;
  • Hostilidade;
  • Impaciência ao esperar;
  • Valorização da quantidade e desvalorização da qualidade;
  • Sono agitado;
  • Inadmissão a atrasos ;

Os pesquisadores ainda não sabem se o transtorno é causado pelo ritmo frenético imposto pela modernidade ou se é uma característica genética. Mas todos concordam que a síndrome da pressa é determinada por um padrão de comportamento em que o indivíduo produz o estresse para si mesmo. 

Reportagem sobre Síndrome da Pressa, vale a pena você investir 5 minutinhos #ParePraPensar

70% das pessoas que tem infarto tem a síndrome da pressa

Assista a Reportagem logo acima

Síndrome da pressa, teste

Um teste simples para a síndrome da pressa é prestar atenção ao seu comportamento enquanto espera numa fila de banco ou durante um trânsito engarrafado, lento, carregado. 

Outro teste para a síndrome da pressa inclui as seguintes perguntas:

  • Faço duas ou mais ações ao mesmo tempo?
  • Fico irritado com quem inclui detalhes demais na hora de falar ou contar alguma coisa?
  • Penso em vários assuntos ao mesmo tempo? 

Se você respondeu “sim” para todas as perguntas, isso quer dizer que você tem indicações de ter uma pressa muito exagerada. 

A identificação da síndrome da pressa é feita por meio de diagnóstico clínico. Ou seja, durante a terapia passa por uma uma análise dos sintomas. Mas, normalmente, quem tem a síndrome sente-se sobrecarregado, não consegue dormir bem e acorda cansado. 

A síndrome da pressa pode ser tratada com:

  • Pedir ajuda;
  • Delegar tarefas;
  • Incorporar exercícios físicos à sua rotina;
  • Separar um tempo para meditar ou ficar em silêncio em local tranquilo;
  • Ficar um tempo longe do celular, computador e TV para aquietar o pensamento.

E você como se sente em relação à correria do dia-a-dia?

ParePraPensar

Referências

plugins premium WordPress
Rolar para cima