Seus pensamentos são como o Cowboy, Cowgirl?

Share Article

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no reddit

Trate seus pensamentos  como em dia sendo Cowboy ou Cowgirl. É isso mesmo que você leu. Ao levantar cuide primeiro dos seus animais. Qual deles você coloca primeiro para alimentar, comer, pastar, os animais bons, que te ajudam? Ou os outros bichos que vão danificar a sua fazenda e atrapalhar o seu dia?

“Fazendo” uma alusão à “fazendo” e seus pensamentos, com o trato dos animais:

  • Quais deles você dá de comer? 
  • Qual deles você manda pastar? 
  • Qual deles você expulsa?
  • Tem algum cão de guarda?
Dando alimento à galinha

Como aconteceu

Estava olhando pela manhã nas janelas do fundo de casa, e ainda não eram 6h00 da manhã. E de longe deu para ver um cara sozinho, poderia ser uma cara sozinha. Porque não?

E todos os animais já estavam sendo pastorados, cada qual em seu lugar.

Já estavam divididos os cavalos, as vacas e provavelmente o galinheiro já esta sendo alimentado. A visão que tive, entre janelas, era de mais de 1,5 km de distância, então a visão não era detalhistas, porém os animais de grande porte estavam todos ali, pastando, se alimentando e sendo divido pelos cachorros “vira-latas”, e outros corredores de quatro patas.

Mas o ponto é: uma pessoa levantou cedo e já distribuiu o que deve ser feito. 

Me veio o pensamento: o que esta pessoa fará ao longo do dia? Sei que no final do dia ela terá que recolher todos estes animas, e colocar cada qual no seu ambiente (celeiro, curral, etc.) para dormir e descansar.

E você o que tem feito com os pensamentos, aqueles que mais parecem animais Selvagens?

Você tem alimentado os amimais, ops… os pensamentos que mais vão te ajudar ao longo do seu dia, ou não?

Esta deixando seus pensamentos soltos como um cavalo alazão selvagem?

Ou simplesmente monta no lombo dos seus pensamentos e deixa que eles te levem?

Melhor é essa: “Deixa a vida me levar, vida leva eu.” — Este é o seu lema? Se sim, sua fazenda nunca vai gerar bons frutos, você irá cair do cavalo, literalmente.

Conclusão

Este texto me surgiu logo cedo e é uma ótima maneira de iniciar o novo meio de comunicação, — que consegui concatenar, organizar, associar —, como podemos, de maneira simples, mudar nosso modo de vida. Mudar nosso paradigma e entrar em um novo ‘modus operandi’.

A vida tem altos e baixos, todos nós sabemos. Mas, e se entrarmos no caminho do meio, na harmonia, na concordância. Onde os altos e baixos nunca vão serão extremos. Ser ir da extrema paixão (aquela exultante, que embota, cega os pensamentos) até a depressão doentia, cabisbaixo, desanimado  (patológica).

Não seria ótima viver nos altos e baixos, bem próximo do ideal; e percebendo o que se passa para poder colocar a percepção em atividade antes que o pior aconteça?

Este é o “Há Vida Além” — são crônicas para ajudar  a gente, nos ajudar (não vá supondo que o autor também não tem altos e baixo, ah váh!), a manter a mente focada no melhor da vida.

Há muito mais entre o céu (abobada celeste) e à terra (plano físico) que nossa vã filosofia. Parafraseando um autor famoso!

Você também pode gostar

#ParePraPensar