Como a Mecânica Quântica pode mudar minha vida?

A resposta de como você pode mudar sua vida a partir do entendimento da mecânica quântica não é uma explicação fácil tampouco podemos fazer num único artigo.

Um dos mais renomados ativistas quânticos o Amit Goswami  levou 15 anos para entender e alterar o seu rumo de vida. É preciso muito trabalho, Amor, dedicação, paciência, estudo, etc. Vamos iniciar esta jornada com alguns entendimentos básicos.

A base da Mecânica Quântica

O experimento da Dupla Fenda é o experimento mais fundamental da história da ciência porque ele muda toda a concepção de como o mundo é.

Quando se emite um único fóton (luz) e temos uma única fenda aberta (um obstáculo de papelão por exemplo, com um único buraco aberto), encontramos depois do obstáculo pontos específicos onde o fóton chegou. Isto é, ele passou como uma partícula (massa). Quando temos duas fendas abertas, encontramos depois franjas claras e escuras, mostrando que houve uma interferência construtiva (o pico de uma onda colidiu com o pico de outra onda) de ondas com ondas. As ondas do fóton colidiram com as ondas dos fótons e formaram as franjas. Provando que são ondas. Isso acontece mesmo quando emitimos apenas um fóton por vez, mostrando que ele interferiu com ele mesmo. A onda dele interferiu com a onda dele mesmo, após passar pelas fendas. Desta forma ficou provado que o fóton é partícula e é onda ao mesmo tempo. Existem experimentos específicos mostrando que a luz é partícula e é onda. Podemos escolher usar o fóton como partícula (massa) ou como onda.

Mesmo quando se faz o experimento de escolha retardada, fechando ou abrindo uma das fendas, após o fóton já ter passado pelo obstáculo, ele se comporta como optamos. Mesmo ele já tendo passado pela(s) fenda(s). Se ele passou por uma fenda (partícula) e nós abrimos a outra fenda, ele mostrará que interferiu consigo mesmo (onda). Atentem que ele já tinha passado como partícula e nós abrimos a segunda fenda depois que ele passou; e mesmo assim ele apresenta as franjas da interferência de uma onda com outra. Ele sabe o que nós queremos e se comporta como tal. Se tivéssemos aberto duas fendas e depois fechássemos uma delas, ele se comportaria como partícula. Nós escolhemos tratar o universo como partícula (massa) ou como onda.
Esse experimento já foi feito até com 100 moléculas. O que é um tamanho gigantesco em termos quânticos.

Um vídeo do Youtube para mais fácil entendimento

 

Quatro forças

É interessante pois o campo gravitacional ele manda e volta ao mesmo tempo. Basicamente o homem descobriu quatro forças: Fraca, Forte, campo eletromagnético e a gravidade.

É complexo explicar algo que envia e recebe ao mesmo tempo. Porém ele é assim que funciona emanando e recebendo. Se os seus sentimentos são de agradecimento, neste exato momento em que agradece, está recebendo aquilo que agradece.

O poder da intenção

Como um indicador da intensidade da intenção, Radin mede o desvio da aleatoriedade do que é chamado de geradores de números aleatórios que traduzem eventos quânticos aleatórios de radioatividade em seqüências aleatórias de zero e uns.

Dean Radin descobriu que as sequências numéricas aleatórias se desviavam da aleatoriedade com precisão máxima nos momentos em que o campo de intenção gerado pelas pessoas era alto. O que isto significa? O filósofo Gregory Bateson disse que “o oposto da aleatoriedade é a escolha”.

Portanto, a correlação prova o poder criativo da intenção.

Em uma série de experimentos, Radin descobriu que os geradores de números aleatórios se desviam da aleatoriedade nas salas de meditação quando as pessoas meditam juntas (mostrando alta intenção), mas não em uma reunião de diretoria corporativa!

Descontinuidade

Se você está tendo dificuldade em imaginar um salto quântico descontínuo, uma idéia do grande físico Niels Bohr pode ajudar. Os elétrons circulam pelo núcleo atômico em órbitas contínuas. Mas quando um elétron salta de uma órbita para outra, faz o salto de um modo muito descontínuo, nunca passa pelo espaço intermediário entre as órbitas.

O salto é um salto quântico.

Nessa experiência primária de um estímulo, a consciência de Deus escolhe sua resposta ao estímulo a partir das possibilidades quânticas que lhe são oferecidas pelo estímulo com total liberdade criativa (sujeito apenas à restrição das leis da dinâmica quântica da situação, Deus é objetivo e é legal sempre que justificado!).

Quando operamos a partir do ego, nossos padrões individuais de condicionamento, nossas experiências, sendo previsíveis, adquirem uma aparente continuidade causal. Nós nos sentimos separados do nosso todo unitivo e de Deus. É então que nossas intenções nem sempre produzem o resultado pretendido.

A arte de fazer a intenção

O leitor inquisitivo é obrigado a perguntar sobre como desenvolver o poder da intenção. O fato é que todos nós tentamos manifestar as coisas através de nossas intenções, às vezes eles funcionam, mas com menos frequência do que não.

Agora vemos que isso acontece porque estamos em nosso ego quando pretendemos.

Tem este artigo com mais detalhes sobre o assunto “A ciência e religião podem ser integradas?

Deixe seu comentário…

Compartilhe, nossos irmãos precisam saber que já trabalhamos com a Mecânica Quântica, para nossa evolução!

 

#ParePraPensar

Pare, respire, feche os olhos. Assente-se em um local confortável, onde você se sinta bem e tranquilo(a). Mantenha sua coluna ereta, assim melhora a circulação das energias, a circulação sanguínea e sem a pressão do apoio.

Agora: OBSERVE OS PENSAMENTOS!

Rolar para cima