Feitos e registros notáveis da Ciência Projeciológica

Os feitos e registros notáveis da Ciência Projeciológica ou a Cronologia da Projeciologia é o tratado das datas e acontecimentos históricos, fatos dignos da Projeção Consciente Lúcida.

Sinonimologia

Confira as minhas experiências de Projeção Consciente. Já descobri mil modos de como não projetar. 😉

  1. Cronografia da Projeciologia. 
  2. Cronologia projeciológica. 
  3. Cronêmica da Projeciologia. 
  4. Timeline da Projeciologia. 
  5. Fixação das datas projeciológicas. 
  6. Cronologia das técnicas projeciológicas. 
  7. Medida do tempo projetivo. 
  8. Ordenação das ocorrências projetivas. 
  9. Listagem das datas projeciológicas. 
  10. Fixação dos dados projeciológicos.

Cognatologia. Eis, na ordem alfabética, 11 cognatos derivados do vocábulo cronologia: cronológica; cronológico; cronologista; dendrocronologia; dendrocronológico; dendrocronologista; Geocronologia; geocronológico; glotocronologia; clotocronológico; tefrocronologia.

Neologia. As duas expressões compostas Cronologia da Projeciologia Incompleta e Cronologia da Projeciologia Completa são neologismos técnicos da Historiologia.

Atributologia: predomínio das percepções extrassensoriais, notadamente do autodiscernimento quanto à projetabilidade lúcida (PL).

Fatuística

Pensenologia: o holopensene pessoal da Historiografia; os ortopensenes; a ortopensenidade.

Fatologia: a Cronologia da Projeciologia.

Parafatologia: a autovivência do estado vibracional (EV) profilático; a projetabilidade lúcida pessoal; a sinalética energética e parapsíquica pessoal; as parapercepções do ser humano; os parafenômenos; a Parafenomenologia; a Paracronologia Projeciológica; as Centrais Extrafísicas.

Detalhismo

Sinergismologia: o sinergismo projetivo energossoma-psicossoma.

Principiologia: o princípio da autopesquisa.

Teoriologia: a teoria da projetabilidade lúcida; a teoria do ensaio da morte biológica; a teoria das verdades relativas de ponta; a teoria das probabilidades; a teoria da análise comparativa; a teoria da correspondência; a teoria do magaparadigma cosmoético.

Tecnologia: as técnicas da projetabilidade lúcida; as técnicas projeciológicas em geral; a técnica da imersão projetiva.

Laboratoriologia: o laboratório conscienciológico das técnicas projetivas; o laboratório conscienciológico da Mentalsomatologia; o Projectarium da IAC; o laboratório conscienciológico da autorganização; o laboratório conscienciológico da autopensenização.

Colegiologia: o Colégio Invisível da Projeciologia.

Efeitologia: os efeitos intrafísicos das ações extrafísicas do projetor projetado.

Neossinapsologia: as neossinapses geradas pela projetabilidade lúcida.

Ciclologia: o ciclo projeção lúcida única–projeção de consciência contínua.

Interaciologia: a interação vida intrafísica–vida projetada da semiconsciex; a interação interassistencialidade–projetabilidade lúcida.

Crescendologia: o crescendo tenepes–interassistência–projetabilidade lúcida; o crescendo subcerebralidade-psicossomaticidade-mentalsomaticidade; o crescendo fatos-parafatos; o crescendo monovisão-cosmovisão; o crescendo xamanismo-Espiritismo-Conscienciologia.

Paradoxologia: o paradoxo veicular corpo-fole–psicossoma projetado.

Politicologia: a democracia; a projeciocracia.

Legislogia: as leis do Cosmos; as leis dos direitos multidimensionais.

Filiologia: a neofilia; a conscienciofilia; a projeciofilia; a evoluciofilia; a parapsicofilia; a assistenciofilia; a pesquisofilia.

Fobiologia: a projeciofobia; a tanatofobia.

Sindromologia: a síndrome da hipomnésia; a síndrome da dispersão consciencial.

Maniologia: a onirismomania; a idolomania; a religiomania; a gurumania.

Holotecologia: a experimentoteca; a projecioteca; a mentalsomatoteca; a cognoteca; a ciencioteca; a evolucioteca; a parapsicoteca.

Interdisciplinologia: a Historiologia; a Historiografia; a Cronologia; a Parapercepciologia; a Projeciologia; a Projeciografia; a Projeciocriticologia; a Discernimentologia; a Mentalsomatologia; a Holomaturologia; a Pesquisologia.

Perfilologia

Elencologia: a conscin lúcida; a isca humana lúcida; o ser desperto; o ser interassistencial; a conscin enciclopedista.

Argumentologia dos Feitos e registros notáveis da Ciência Projeciológica

Exemplologia: Cronologia da Projeciologia Incompleta = a limitada a alguma data passada; Cronologia da Projeciologia Completa = a abrangendo as ocorrências até o momento evolutivo ou hoje.

Culturologia: a cultura projeciológica.

Cronologia. Eis a listagem de eventos mais notáveis, até o momento (Ano-base: 2008), da ainda curta existência da Projeciologia, incluindo os dados históricos anteriores à proposição pública na condição de Neociência:

347 a.e.c. – Platão (428—347 a.e.c.) escreve sobre o caso de projeção consciente humana – a caminhada extrafísica – de Er, o Armênio, evidenciando a universalidade deste fenômeno consciencial.

79 e.c. – Na Silícia, Ásia Menor, Arisdeu de Soles passa pela experiência hoje chamada da quase morte com vivências extrafísicas demarcando como sendo o primeiro relato, mais detalhado, registrado para a posteridade, e chegando até aqui, através de Plutarco de Queroneia.

100 e.c. – Plutarco de Queroneia (46–119) registra o relato projetivo consciente de Arisdeu de Soles, da Silícia, Ásia Menor.

1743 – Em Estocolmo, na Suécia, tem início o Diarii Spiritualis, de Emanuel Swedenborg (1688–1772), o precursor da Projeciologia e o primeiro diarista projetivo com anotações ao longo de duas décadas.

1832 – Lançamento em Paris, França, da novela psicológica, autobiográfica, Louis Lambert, consagrando o autor, Honoré de Balzac (1799–1850), na qualidade de primeiro profeta (precognitor) da Projeciologia.

1832 – Honoré de Balzac, em Paris, dá o nome de Homo duplex ao projetor consciente humano.

1857 – 18 de Abril – Em Paris é lançado (primeira edição) Le Livre des Esprits, de Allan Kardec (Hyppolite Léon Denizard Rivail, 1804–1869), com estudo, no capítulo oitavo, tópicos 153 a 171, da emancipação da alma (consciência intrafísica) durante a vida corporal (Projeciologia), aspecto dos fenômenos dos espíritos esquecido no Espiritismo, seja no movimento francês e em outros países, ao serem enfocadas, em geral, de preferência, as consciências extrafísicas e os parafenômenos respectivos.

1929 – Lançamento nos Estados Unidos da América da obra The Projection of the Astral Body, de Sylvan Joseph Muldoon (1903–1971) e Hereward Hubert Lavington Carrington (1880–1958), tornando-se a primeira obra clássica da Projeciologia.

1939 – O russo Semyon Davidovich Kirlian (1898–1978) reapresenta as controvertidas irradiações eletrográficas.

1946 – Lançada, pela primeira vez e sem maiores resultados práticos na Socin, a técnica conscienciológica da invéxis (Invexologia), já autopesquisada por Waldo Vieira (Você vai gostar do artigo sobre quem é Waldo Vieira) de maneira teática.

Quem é Waldo Vieira
Professor Waldo na biblioteca do CEAC, com os registros notáveis da Ciência Projeciológica

1962 – O russo Iosif M. Goldberg redescobre a ―novidade‖ da percepção dermoóptica.

1966 – Waldo Vieira começa a dar prioridade, em tempo integral, às pesquisas da Projeciologia / Conscienciologia, nos trabalhos e investigações (Experimentologia).

1966 – Lançada a técnica de assistencialidade interconsciencial da tenepes, tarefa energética pessoal, diária, para o resto da vida intrafísica, chamada popularmente, à época, de passes para o escuro.

1966 – Na Universidade da Califórnia, em Davis, nos Estados Unidos da América, o pesquisador Charles Theodore Tart (1937–) promove a primeira experiência em laboratório com as projeções conscientes humanas.

1970 – Proposta oficialmente a Teoria do Homo sapiens serenissimus e respectivos corolários (Serenologia).

Capa do Livro "Viagem fora do corpo". Um dos registros notáveis da Ciência Projeciológica
Capa do Livro “Viagem fora do corpo”. Um dos registros notáveis da Ciência Projeciológica.

1971 – Em New York, NY, é lançada a obra Journeys Out of the Body, de Robert Monroe (1915–1995), hoje com múltiplas edições, tornando o primeiro best-seller internacional da Projeciologia. Título em português: Viagens Fora do Corpo. Clique aqui, entre em contato, que vou disponibilizar para baixar (download).

1975 – Nos Estados Unidos da América é lançado o livro Life After Life, de Raymond A. Moody Jr. (1944–), com prefácio de Elisabeth Kubler-Ross (1926–2004), tornando-se best-seller internacional. A pequena obra chamou a atenção mundial, pela primeira vez, para as experiências da quase morte (EQM) e, consequentemente, para os fenômenos extracorpóreos, abrindo, campo novo e inesperado dentro das áreas da Medicina, para as pesquisas da Projeciologia.

1978 – Em Storrs, no Connecticut, Estados Unidos da América, é instalada The International Association for Near-Death Studies (IANDS), organização mundial de cientistas e do público em geral, dedicada à exploração das experiências da quase morte (1 dos 54 fenômenos do complexo fenomenológico básico da Projeciologia) e consequentes implicações.

1979 – Lançada a técnica consciencioterápica de Profilaxia e autodefesa do estado vibracional (EV), inclusive o EV profilático (Paraprofilaxiologia).

1980 – Proposta a Teoria do Megaparadigma Cosmoético, a Cosmoética ou, popularmente, a moral cósmica, abrangente, cosmovisiológica.

1980 – Proposta, dentro da Socin Conscienciológica, a Teoria da Interassistencialidade, ou a tacon, tarefa primária da consolação, e a tares, tarefa evoluída do esclarecimento.

1980 – Lançada a técnica consciencioterápica do acoplamento áurico (Holochacralogia ou Energossomatologia).

1981 – Em Storrs, no Connecticut, nos Estados Unidos da América, a IANDS lança a primeira publicação periódica, journal ou revista técnica, Anabiosis – The Journal for Near-Death Studies, dedicada especificamente à publicação de trabalhos de pesquisa sobre experiências da quase morte.

1981 – Em Storrs, no Connecticut, nos Estados Unidos da América, é lançado o primeiro boletim (quarterly digest) Vital Signs, da IANDS, dedicado a noticiar os trabalhos e tarefas da equipe de pesquisas da primeira organização dedicada exclusivamente à investigação das experiências da quase morte.

1981 – 06 de Setembro – No Rio de Janeiro é fundado o Centro da Consciência Contínua, com a presença de 19 pessoas, pela primeira vez chamando a atenção, particularmente, para a condição da continuidade da lucidez consciencial e desencadeando a criação de outros Centros em várias localidades.

1981 – No Rio de Janeiro, é publicado o livro Projeções da Consciência, hoje na 5a edição, inclusive em Espanhol e Inglês, onde é proposto, pela primeira vez, o termo Projeciologia.

1982 – Proposta a hipótese de trabalho conscienciométrico dos cons ou as unidades de lucidez da consciência (Holomaturologia).

1982 – Segundo estimativas dos pesquisadores, ocorrem 8 milhões de experiências da quase morte (EQMs) por ano.

1982 – Novembro – Sebastião Mendes de Carvalho, da equipe de pesquisadores do Centro da Consciência Contínua, do Rio de Janeiro, publica o primeiro artigo na imprensa em geral empregando o termo Projeciologia no título da matéria. Veículo: revista Reencarnação, mensário de Porto Alegre, capital do Estado do Rio Grande do Sul, Brasil, páginas 14 e 15.

1983 – Junho – Em São Paulo, SP, Brasil, é publicada no Jornal Espírita, a coluna mensal Boletim de Projeciologia N. 1, e que chegou a 83 edições nos anos posteriores (Comunicologia).

1983 – No Estado de São Paulo, SP, Brasil, são publicados artigos apaixonados de patrulheiros ideológicos espíritas, extremamente puristas, ortodoxos e sectários, contra a Projeciologia (Exemplos: Monteiro; Worm), atraindo a atenção maior para as pesquisas do fenômeno da projeção consciente humana. Na ocasião, o Centro da Consciência Contínua, no Rio de Janeiro, não conseguiu atender ao aumento do volume das cartas de pedidos de informações projeciológicas.

1983 – Agosto – Em São Paulo, SP, Brasil, é publicado no jornal Folha Espírita, página 6, a Carta Aberta aos Espíritas, na qual o Professor Waldo expõe publicamente o autoposicionamento perante a Projeciologia a partir dos patrulheiros ideológicos do movimento kardecista, fundamentalista, ortodoxo, do Brasil (Parapedagogiologia).

1984 – Março – Em São Paulo, SP, Brasil, é publicado o artigo Maturidade Extrafísica, por Waldo Vieira, no Jornal Espírita, p. 4, enfatizando pela primeira vez a importância da maturidade integral (Holomaturologia) da consciência.

1985 – 29 a 31 de Março – Em Kansas City, Montana, nos Estados Unidos da América, é realizada a primeira Convention (Assembleia) da IANDS – The International Association for Near-Death Studies, dedicada exclusivamente aos estudos e discussões das experiências da quase morte.

1986 – 31 de Janeiro – No Rio de Janeiro, é lançada a obra Projeciologia, primeira edição experimental de 5.000 (cinco mil exemplares), distribuída gratuitamente (hoje esgotada), apresentando a primeira bibliografia internacional mais ampla sobre os temas projeciológicos (1907 títulos). Apareceu o primeiro Código de Ética Extrafísico, embutido na mesma obra, cap. 132, p. 211 a 213, indicando 16 itens práticos relativos à Cosmoeticologia; e também os 3 estados conscienciais básicos, p. 34.

1986 – Proposta a Teoria do Paradigma Consciencial e respectivos corolários.

1986 – Proposta a Teoria da Interprisão Grupocármica e respectivos corolários (Holocarmologia).

1987 – Em Bryn Athyn, Pennsilvania, nos Estados Unidos da América, é lançada pela IANDS, o boletim Revitalized Signs, sucessor do Vital Signs, e com os mesmos objetivos.

1987 – 12 a 16 de Junho – Foi realizado o Primeiro Seminário de Projeciologia de Brasília, ficando registrado em folheto de autoria do Prof. Basilio Baranoff (1933–).

1987 – 12 e 13 de Dezembro – No Centro de Convenções da Unicamp, em Campinas, SP, Brasil, foi realizado o I Simpósio Brasileiro de Consciência Contínua – SBCC, quando Waldo Vieira defendeu a Teoria do Homo sapiens serenissimus.

1988 – 16 de Janeiro – No Rio de Janeiro é fundado o Instituto Internacional de Projeciologia – IIP, o primeiro instituto dedicado exclusivamente às pesquisas, estudos e ensino dos temas projeciológicos (Conscienciocentrologia).

1988 – Lançadas as técnicas básicas da Consciencioterapia.

1988 – Diagnosticada a Síndrome de Swedenborg, segundo a Consciencioterapia.

1989 – Proposta a Teoria da Desperticidade como sendo o procedimento teático mais prioritário e factível, a curto prazo, no caminho evolutivo da consciência intrafísica, no atual estágio médio de progresso intraconsciencial (Despertologia).

1989 – Junho – É lançado o Bipro, o Boletim de Informações da Projeciologia, do Instituto Internacional de Projeciologia, no Rio de Janeiro, RJ (Comunicologia).

1990 – Proposta a Teoria conscienciológica do Traforismo e respectivos corolários (traços-força da consciência).

1990 – Proposta a Teoria conscienciológica do Pensene (pensamento, sentimento e energia consciencial) e respectivos corolários (Pensenologia).

1990 – Lançado e estabelecido teaticamente (teoria e técnica) o Vínculo Consciencial, dentro da Socin Conscienciológica (Parassociologia), no Instituto Internacional de Projeciologia (IIP), no Rio de Janeiro, RJ.

1990 – Lançada a técnica conscienciométrica e parassexual da Aura Peniana (Sexossomatologia), objetivando notadamente os jovens (rapazes).

1990 – Lançada a técnica conscienciológica e parassexual do Holorgasmo (Sexossomatologia), objetivando notadamente os duplistas (Duplologia).

1990 – 4 a 7 de Junho – É realizado o I Congresso Internacional de Projeciologia, no Rio de Janeiro, RJ, Brasil (Comunicologia).

1991 – Proposta a Teoria conscienciológica da Paracomatose Consciencial (Projecioterapia, Consciencioterapia, Projeciometria, Conscienciometrologia).

1991 – Proposta a Teoria do Casal Incompleto e respectivos corolários (Intrafisicologia).

1991 – Lançada a técnica conscienciométrica das Compensações Intraconscienciais (Conscienciometrologia), recurso de autajuda interessando a muitas pessoas.

1991 – “I Congresso Brasileiro de Projeciologia”.

1992 – Proposta a Teoria da Robéxis (Intrafisicologia).

1992 – 9 de Fevereiro – É fundado, no Rio de Janeiro, RJ, o primeiro Grinvex (Grupo de Inversores Existenciais), com 17 jovens inversores (Invexologia) do quadro de colaboradores do Instituto Internacional de Projeciologia.

1992 – 22 de Fevereiro – Pesquisa no Instituto Internacional de Projeciologia, no Rio de Janeiro, RJ, sugeria 12 atitudes contra a condição da Catatonia Extrafísica.

1992 – A Bibliografia Internacional da Conscienciologia, contendo fenômenos específicos da Projeciologia, alcança 5.000 referências, provenientes de 37 países.

1993 – 30 de Maio – É realizado o 1o debate amplo sobre o Paradigma Consciencial no Instituto Internacional de Projeciologia, no Rio de Janeiro, RJ.

1994 – Vinte por cento dos cientistas convencionais ainda dedicam trabalho e talento ao aperfeiçoamento das técnicas de matar os semelhantes.

1994 – Elevado número de investigadores parapsíquicos e multidisciplinares se dedicam de modo mais intensivo às pesquisas das EQMs, notadamente de crianças.

1994 – O cérebro humano pesa cerca de 1 quilo e meio de matéria e quase nada se sabe ainda sobre o paracérebro (Paraneurologia).

1994 – Nenhuma publicação científica convencional abordara ainda a questão do pensene (Pensenologia).

1997 – Janeiro – Lançada a Revista Conscientia.

1998 – Julho – Lançado o Journal of Conscientiology.

1999 – 21 a 24 de Outubro – É realizado o II Congresso Internacional de Projeciologia, em Barcelona, Espanha (Comunicologia).

2002 – 16 a 19 de Maio – É realizado o III Congresso Internacional de Projeciologia e Conscienciologia, em Manhattan, NY, EUA (Comunicologia).

2008 – 14 a 17 de Agosto – É realizado o IV Congresso Internacional de Projeciologia e Conscienciologia, em Belo Horizonte, MG, Brasil (Comunicologia).

Acabativa

Remissiologia. Pelos critérios da Mentalsomatologia, eis, por exemplo, na ordem alfabética, 10 verbetes da Enciclopédia da Conscienciologia, e respectivas especialidades e temas centrais, evidenciando relação estreita com a Cronologia da Projeciologia, indicados para a expansão das abordagens detalhistas, mais exaustivas, dos pesquisadores, mulheres e homens interessados:

  1. Abordagem consciencial;
  2. Alternância interdimensional;
  3. Autoconscientização multidimensional;
  4. Corpus da Conscienciologia;
  5. Descrenciologia;
  6. Extraconscienciologia;
  7. Intraconscienciologia;
  8. Multidimensionalidade consciencial;
  9. Portfolio da Conscienciologia;
  10. Triatleta conscienciológico.

A cronologia da projeciologia aponta historiograficamente as datas expressivas e os pontos marcantes das pesquisas em parapercepções  da era projeciológica nesta megaescola.

Referências

Feitos e registros notáveis da Ciência Projeciológica – Prof. Waldo Vieira

#parePraPensar com a gente

Clique aqui – Fale conosco

#ParePraPensar

Pare, respire, feche os olhos. Assente-se em um local confortável, onde você se sinta bem e tranquilo(a). Mantenha sua coluna ereta, assim melhora a circulação das energias, a circulação sanguínea e sem a pressão do apoio.

Agora: OBSERVE OS PENSAMENTOS!

Rolar para cima