Os Benefícios da Projeção Consciente ou dividendos da projeção, são o conjunto de ganhos, aportes, aprendizados, efeitos positivos conquistados pela “Consciência” com autesforço aplicado às vivências multidimensionais interassistenciais a partir da experimentação pessoal.

Etimologia. O vocábulo dividendo vem do idioma Latim, dividendus, gerúndio de dividere, “dividir; partir; repartir; distribuir; apartar, estremar, separar de; matizar; variar; quebrar; romper (a harmonia); separar (inimigos)”. Surgiu no Século XVII. O termo p o e o deriva do mesmo idioma Latim, projectio, “jato para diante, lan o; esguicho de gua; a o de alongar, de estender; alongamento; prolongamento; constru o em projetura”, de projicere, lan ar para diante”. pareceu no Século XVIII. palavra consciente procede também do idioma Latim, consciens, “que tem pleno conhecimento”, e este do verbo conscire, “ter conhecimento de”. Surgiu no Século XIX.

Confira as minhas experiências de Projeção Consciente. Já descobri mil modos de como não projetar. 😉

Sinonimologia

  • Ganhos com a projeção consciente. 
  • Aprendizados com a projeção consciente. 
  • Benefícios da projeção consciente.

Neologia. As 3 expressões compostas dividendos da projeção consciente, minidividendos da projeção consciente e maxidividendos da projeção consciente são neologismos técnicos da Projeciologia.

Atributologia: predomínio das percepções extrassensoriais, notadamente do autodiscernimento quanto à projeção consciente.

Fatuística

Pensenologia: o holopensene pessoal da Projeciologia; os ortopensenes; a ortopensenidade; os lucidopensenes; a lucidopensenidade; os parapensenes; a parapensenidade; os superpensenes; a superpensenidade; os neopensenes; a neopensenidade; a manutenção da autopensenidade sadia a partir da autopesquisa projetiva e das reciclagens intraconscienciais (recins).

Fatologia: os dividendos da projeção consciente; os resultados obtidos a partir do autempenho; a qualificação do desenvolvimento projetivo visando a interassistência; a residência projeciogênica blindada; a organização da rotina intrafísica facilitando a vivência de projeções lúcidas; o autaprofundamento no estudo projeciocrítico; a identificação e superação das inabilidades projetivas; o comedimento ao falar das experiências projetivas; o autesforço evolutivo aplicado ao desenvolvimento das projeções; o aprimoramento da autocrítica cosmoética; a autorreflexão sobre a experiência projetiva; a busca de autocomprovação para os experimentos vivenciados; a profundidade na autopesquisa projetiva evidenciada durante a exposição das próprias ideias; a melhoria do equilíbrio emocional diante das dificuldades intrafísicas; a ausência de reclamações; a cordialidade nas interrelações; a paciência; a ponderação no momento das escolhas evolutivas; a manutenção da empatia com as consciências; o acolhimento interassistencial; o respeito ao nível evolutivo das consciências; a assertividade na escolha do relato da experiência projetiva para esclarecer o assistido; a potencialização do desenvolvimento projetivo; a conquista do senso de imortalidade da consciência; a autoconscientização interassistencial.

Parafatologia: a autovivência do Estado Vibracional (EV) profilático; o emprego da sinalética energética e parapsíquica pessoal durante as projeções conscientes; as vivências extrafísicas favorecendo a autodesassedialidade; a atitude multidimensional pró-projetiva; a ampliação das parapercepções durante a projeção lúcida; a manutenção do investimento contínuo na autossustentabilidade energética; o aprendizado extrafísico haurido durante as projeções conscientes; o banho energético confirmador da experiência projetiva; a homeostase holossomática pós-projetiva; as projeções conscientes em série aumentando a autoconfiança na conscin projetora; a conquista do apoio de amparador extrafísico, a partir do autesforço aplicado nas reciclagens intraconscienciais (recins); a constância da lucidez durante a projeção lúcida no extrafísico influindo na rememoração posterior; o aperfeiçoamento da lucidez extrafísica; a aquisição da finesse parassocial; o reconhecimento multidimensional do senso da autorresponsabilidade evolutiva.

Simulação dos ganhos, Benefícios da Projeção Consciente - Foto: Pixabay
Simulação dos ganhos, Benefícios da Projeção Consciente – Foto: Pixabay

Detalhismo

Sinergismologia: o sinergismo automotivação evolutiva–autodisciplina perseverante; o sinergismo qualificação das projeções conscientes–aperfeiçoamento das parapercepções; o sinergismo autodesassédio-autorganização; o sinergismo autodesassédio–projeção consciente; o sinergismo conscin projetora cosmoética–amparador extrafísico; o sinergismo projetivo domínio energético–equilíbrio psicossomático.

Principiologia: a vivência do princípio da descrença (PD); o princípio do exemplarismo pessoal (PEP); o princípio pessoal da persistência; o princípio de pensar antes de falar; o princípio cosmoético de abster-se diante da dúvida; o princípio do autesforço insubstituível; o princípio da autopesquisa.

Codigologia: o código de ética extrafísico da conscin projetora.

Teoriologia: a teática da projetabilidade.

Tecnologia: a escolha das técnicas projetivas apropriadas ao temperamento pessoal; a continuidade na aplicação das técnicas projetivas; a técnica da agenda projetiva; a técnica do diário projetivo; a técnica da avaliação das projeções pelo projeciograma; a técnica do estado vibracional; a técnica da abordagem extrafísica; a técnica da imersão projetiva; a técnica do autoquestionamento “estou do mindo ou estou aco dado?”; as técnicas de rememoração da projeção consciente.

Voluntariologia: o voluntariado no Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia (IIPC); o voluntariado na Comunidade Conscienciológica Cosmoética Internacional (CCCI).

Laboratoriologia: o laboratório conscienciológico da Autoprojeciologia; o laboratório conscienciológico do estado vibracional; o laboratório conscienciológico da Autossinaleticologia; o laboratório conscienciológico da Autopensenologia; o laboratório conscienciológico da Automentalsomatologia; o laboratório conscienciológico da Tenepessologia; o laboratório conscienciológico da Autorganizaciologia.

Colegiologia: o Colégio Invisível da Projeciologia.

Efeitologia: os efeitos dos dividendos da projeção consciente na consecução da proéxis; a eliminação gradativa do efeito constrangedor multidimensional das paragafes; a superação dos efeitos paralisantes do medo de sair do soma; a autoconscientização quanto aos efeitos intrafísicos das ações extrafísicas; os efeitos conscienciais das projeções conscientes em série; os efeitos homeostáticos nas interrelações da conscin projetora com a superação do deslumbramento projetivo; os efeitos intrafísicos das vivências das projeções de consciência contínua.

Neossinapsologia: as neossinapses geradas pelas projeções conscienciais lúcidas.

Ciclologia: a autoconscientização quanto ao ciclo multiexistencial pessoal; o ciclo de primeneres (cipriene); o ciclo projeção lúcida–autorreflexões–recins.

Enumerologia: a autoconscientização multidimensional (AM); o estreitamento do contato com o amparador extrafísico; a atualização com relação às ideias de Curso Intermissivo (CI); a ampliação da visão sobre a autoproéxis; a predisposição às retrocognições sadias; a ampliação da interassistencialidade; a agilização evolutiva pessoal.

Binomiologia: o binômio autassistência-heterassistência; o binômio autopensenidade sadia–holopensene homeostático; o binômio domínio das energias–desenvoltura projetiva; o binômio atenção-parapercepção; o binômio vida intrafísica–vida projetiva; o binômio persistência-resultados; o binômio experiência-aprendizagem; o binômio lucidez-priorização; o binômio cognição-paracognição; o binômio autocuidado holossomático–autodesempenho projetivo; o binômio lucidez-rememoração; o binômio autossuficiência-interdependência.

Interaciologia: a interação agenda extrafísica–paralucidez; a interação amparador extrafísico–conscin projetora; a interação autorreeducação-discrição; a interação realidade intrafísica–pararrealidade; a interação cérebro-paracérebro; a interação ortopensenidade-projetabilidade; a interação percepções somáticas–parapercepções holossomáticas; a interação autodesassédio-autoinconflitividade.

Crescendologia: o crescendo projeção semiconsciente–projeção consciente de psicossoma–projeção consciente de mentalsoma; o crescendo projeção consciente não rememorada–projeção consciente com rememoração fragmentária–projeção consciente com rememoração em bloco–projeção de consciência contínua; o crescendo hipótese-certeza quanto à sobrevivência da consciência à dessoma; o crescendo inabilidade projetiva–veteranismo projetivo; o crescendo autopercepção-autoparapercepção; o crescendo reeducação-ortoconvívio.

Antagonismologia: a identificação do antagonismo vida trancada / vida projetiva; a vivência do antagonismo obnubilação / lucidez; a autolucidez quanto ao antagonismo materialidade / paraperceptibilidade; a superação do antagonismo intrafisicalidade / multidimensionalidade; a percepção do antagonismo minirrealidade / megarrealidade; o aprendizado no antagonismo hipnagogia / hipnopompia; a compreensão do antagonismo deslumbramento / discrição.

Paradoxologia: o paradoxo de a conscin precisar sair do soma para aprofundar o conhecimento sobre si mesma.

Politicologia: a projeciocracia; a lucidocracia.

Legislogia: a lei da Projeciologia.

Filiologia: a projeciofilia; a priorofilia; a disciplinofilia; a organizaciofilia; a multidimensiofilia; a parapercepciofilia; a evoluciofilia.

Fobiologia: a projeciofobia; a tanatofobia; a espectrofobia; a extrafisicofobia; a criticofobia; a parapercepciofobia; a neofobia.

Sindromologia: a superação da síndrome da dispersão consciencial.

Maniologia: o enfrentamento de a mania de procrastinar o autodesenvolvimento projetivo.

Mitologia: a eliminação do mito da autevolução ocorrer sem esforço.

Holotecologia: a projecioteca; a experimentoteca; a fenomenoteca; a convivioteca; a mentalsomatoteca; a organizacioteca; a volicioteca; a interassistencioteca.

Interdisciplinologia: a Projeciologia; a Descrenciologia; a Intrafisicologia; a Extrafisicologia; a Experimentologia; a Conviviologia; a Mentalsomatologia; a Voliciologia; a Holossomatologia; a Desassediologia.

Perfilologia

Elencologia: a conscin lúcida; o ser desperto; o ser interassistencial.

Masculinologia: o acoplamentista; o agente retrocognitor; o amparador intrafísico; o atacadista consciencial; o autodecisor; o intermissivista; o cognopolita; o completista; o comunicólogo; o conscienciólogo; o conscienciômetra; o consciencioterapeuta; o macrossômata; o conviviólogo; o duplista; o duplólogo; o proexista; o proexólogo; o reeducador; o epicon lúcido; o escritor; o evoluciente; o exemplarista; o intelectual; o reciclante existencial; o inversor existencial; o maxidissidente ideológico; o tenepessista; o ofiexista; o parapercepciologista; o pesquisador; o projetor consciente; o sistemata; o tertuliano; o verbetólogo; o voluntário.

Femininologia: a acoplamentista; a agente retrocognitora; a amparadora intrafísica; a atacadista consciencial; a autodecisora; a intermissivista; a cognopolita; a completista; a comunicóloga; a consciencióloga; a conscienciômetra; a consciencioterapeuta; a macrossômata; a convivióloga; a duplista; a duplóloga; a proexista; a proexóloga; a reeducadora; a epicon lúcida; a escritora; a evoluciente; a exemplarista; a intelectual; a reciclante existencial; a inversora existencial; a maxidissidente ideológica; a tenepessista; a ofiexista; a parapercepciologista; a pesquisadora; a projetora consciente; a sistemata; a tertuliana; a verbetóloga; a voluntária.

Hominologia: o Homo sapiens projectius; o Homo sapiens autolucidus; o Homo sapiens multidimensionalis; o Homo sapiens autoperquisitor; o Homo sapiens interassistens; o Homo sapiens intermissivista; o Homo sapiens evolutiens.

Argumentologia sobre Benefícios da Projeção Consciente

Exemplologia: minidividendo da projeção consciente = a ampliação da autossegurança na realização da tares; maxidividendo da projeção consciente = a potencialização da escrita da obra-prima pessoal.

Culturologia: a cultura da projetabilidade lúcida.

Caracterologia. Segundo a Projeciologia, eis, por exemplo, em ordem alfabética, 20 dividendos, positivos, advindos da projeção consciente, vividos pela conscin projetora:

  1. AM: o alcance da autoconscientização multidimensional.
  2. Amparabilidade: a conquista do apoio de amparador extrafísico.
  3. Autoconsciencialidade: o aprimoramento da autoconsciencialidade.
  4. Autodiscernimento: o aumento da capacidade de eleger as prioridades evolutivas.
  5. Coerência: a necessidade constante de manter a coerência nas ações do dia a dia.
  6. Convivialidade: a convivência sadia com as conscins e consciexes.
  7. Cosmoeticidade: o aumento do nível de cosmoética no cotidiano.
  8. Energossomaticidade: a autoparapercepção quanto ao estado vibracional.
  9. Gescon: a potencialização das gestações conscienciais.
  10. Holossomática: a autocomprovação da existência do holossoma.
  11. Humor sadio: o cultivo do bom humor em todas as situações do cotidiano.
  12. Ideias: a captação de ideias no extrafísico.
  13. Interassistencialidade: a autocompreensão da importância da tares às consciências carentes de informação quanto à multidimensionalidade.
  14. Lucidez: o aperfeiçoamento da lucidez da consciência nas dimensões intra e extrafísicas.
  15. Proéxis: a autolucidez crescente quanto à autoproéxis.
  16. Projetabilidade: a desenvoltura quanto à projeção de consciência contínua.
  17. Reconciliações: a constatação da vida intrafísica sendo a oportunidade para fazer reconciliações.
  18. Retrocognição: a catálise de retrocognições sadias.
  19. Serialidade: a eliminação de dúvidas mortificadoras quanto à serialidade.
  20. Tecnicidade: o desenvolvimento projetivo de maneira técnica.

Acabativa dos Benefícios da Projeção Consciente

Remissiologia. Pelos critérios da Mentalsomatologia, eis, por exemplo, na ordem alfabética, 15 verbetes da Enciclopédia da Conscienciologia, e respectivas especialidades e temas centrais, evidenciando relação estreita com os dividendos da projeção consciente, indicados para a expansão das abordagens detalhistas, mais exaustivas, dos pesquisadores, mulheres e homens interessados:

  1. Agenda projetiva;
  2. Catálise da projetabilidade;
  3. Conscin projetora interassistencial;
  4. Diário projetivo;
  5. Escala da discrição;
  6. Estudo projeciocrítico;
  7. Extrafisicalidade;
  8. Lucidez extracorpórea;
  9. Nível de lucidez;
  10.  Pararrealidade;
  11. Projeção consciente retrocognitiva;
  12. Projeciofilia;
  13. Projeciograma;
  14.  Sinergismo docência tarística–projeção lúcida;
  15. Sinergismo projeção lúcida–interassistencialidade: Projeciologia; Homeostático.

Os dividendos ou Benefícios da Projeção Consciente ampliam a autolucidez, potencializam a saúde holossomática e a interassistência, dinamizando a autevolução da conscin projetora intermissivista.

Questionologia. Você, leitor ou leitora, vivencia com certa regularidade projeções conscientes? Já identificou dividendos de tais vivências?

Referências

Vídeo explicativo sobre os “Benefícios da Projeção Consciente”

#parePraPensar com a gente

Clique aqui – Fale conosco

#ParePraPensar

Pare, respire, feche os olhos. Assente-se em um local confortável, onde você se sinta bem e tranquilo(a). Mantenha sua coluna ereta, assim melhora a circulação das energias, a circulação sanguínea e sem a pressão do apoio.

Agora: OBSERVE OS PENSAMENTOS!

Rolar para cima