Aceleração das vivências da Projeção Consciente

A “aceleração das vivências da Projeção Consciente” (Catálise da Projetabilidade) é a aceleração das vivências da projeção lúcida (PL), a partir de fatores intra e extra conscienciais alavancadores da compreensão da multidimensionalidade de modo auto lúcido, cosmoético e evolutivo, pesquisados pelas conscins.

Siginificado

Confira as minhas experiências de Projeção Consciente. Já descobri mil modos de como não projetar. ????

  1. Aceleração da projetabilidade.
  2. Agilização das projeções.
  3. Estimulação das vivências projetivas. 
  4. Dinamização da projetabilidade.
Representação da assistência na "Aceleração das vivências da Projeção Consciente"- Imagem por Unsplash.com

Atributologia: predomínio das percepções extra sensoriais, notadamente do autodiscernimento quanto aos fatores potencializadores da projetabilidade lúcida.

Pensenologia: o holopensene pessoal da projetabilidade consciente; o holopensene da tecnicidade aplicada à projetabilidade; o holopensene da Projeciologia; o materpensene da projetabilidade lúcida.

Fatologia: o espírito pesquisístico impulsionando os autesforços na projeção da consciência; o estudo disciplinado e contínuo das técnicas projetivas; o aprendizado enquanto síntese das experiências decorrentes da projeção consciente voluntária; a compreensão da fisiologia pessoal frente à projeção consciente; os macetes pessoais projetivos; a Escola de Projeção Lúcida (EPL) do Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia (IIPC); a Maratona da Projetabilidade Lúcida do IIPC; as pesquisas laboratoriais sobre projeção consciente; os resultados surpreendentes dos experimentos do fly-in; as itinerâncias conscienciológicas catalisando a projetabilidade; a docência conscienciológica desencadeando paravivências projetivas; a condição de conscin-cobaia dos intermissivistas, quanto aos recursos projetivos; a Projeciologia enquanto especialidade prática da Conscienciologia; a autopostura destemida catalisando as possibilidades projetivas.

Parafatologia: a catálise da projetabilidade; a auto vivência do estado vibracional (EV)

Profilático: a Parafisiologia do holossoma, relativa à projetabilidade lúcida, estudada, compreendida e aproveitada pelo pesquisador da consciência; a mudança do foco de atenção interna para externa potencializando a projetabilidade lúcida; a para-herança projetiva repercutindo na atual vida crítica; as projeções assistidas em série; a homeostasia holossomática proporcionando a projeção lúcida; o desassédio desencadeando a projeção consciente; as demandas assistenciais às conseneres na base física propiciando a experiência projetiva; os paracacoetes projetivos; a soltura energossomática acima da média; as lições hauridas por meio de projeções conscientes espontâneas; a catálise projetiva motivada pela dedicação à interassistencialidade extrafísica; as paracirurgias acompanhadas pelo projetor consciente; a superação das dificuldades interdimensionais através da projeção lúcida; o engajamento em equipex interassistencial; os grupos volitativos catalisando as projeções seriadas; a catálise projetiva decorrente da interação com os amparadores extrafísicos; a agenda extrafísica (agendex) do projetor potencializando as autexperiências projetivas; a tenepes influindo na vida multidimensional do projetor; os parapedidos de tenepes; as aulas extrafísicas sobre projeção consciente; as paravisitações intermissivas a conscins projetoras; a Escala da Consciência Contínua representando a evolução da consciência no domínio da autoconscientização multidimensional; a ofiex na condição de catálise projetiva; os especialistas extrafísicos em projetabilidade lúcida; o parassenso de imortalidade presente na projetabilidade lúcida; o acolhimento extrafísico presente na primoprojeção.

Detalhismo da Aceleração das vivências da Projeção Consciente

Sinergismologia: o sinergismo técnica-autexperimentação; o sinergismo tenepes–projeção consciente; o sinergismo amparador-projetor; o sinergismo relaxamento-projetabilidade; o sinergismo base física–projeção consciente; o sinergismo conscin auxiliar em terra–projetor consciente.

Principiologia: a vivência do princípio da descrença (PD) no exercício da projeção consciente; o princípio da autexperimentação fundamentando o desenvolvimento projetivo; o princípio de os resultados advirem dos autesforços projetivos.

Codigologia: o código pessoal de Cosmoética (CPC) influindo na projetabilidade.

Teoriologia: a teoria da projeção consciente; a teoria da projetabilidade lúcida (PL); a teoria da autoconscientização multidimensional; a teoria da seriéxis; a teoria do Curso Intermissivo (CI) abrindo precedente às projeções lúcidas.

Tecnologia: a aplicação consciente de técnicas projetivas; as paratecnologias projetivas.

Laboratoriologia: o laboratório conscienciológico das técnicas projetivas; o laboratório conscienciológico do estado vibracional; o laboratório conscienciológico da Despertologia; o laboratório conscienciológico da Autopesquisologia; o laboratório conscienciológico da sinalética parapsíquica; o laboratório conscienciológico da Cosmoeticologia; o laboratório conscienciológico da imobilidade física vígil (IFV).

Colegiologia: o Colégio Invisível da Projeciologia; o Colégio Invisível da Energossomatologia; o Colégio Invisível da Dessomatologia; o Colégio Invisível da Psicossomatologia; o Colégio Invisível da Parafenomenologia; o Colégio Invisível da Comunicologia; o Colégio Invisível da Parapercepciologia.

Efeitologia: o efeito da agendex na catálise da projeção lúcida; os efeitos conscienciais das projeções lúcidas em série; os efeitos bioenergéticos pós-projetivos; o efeito da tenepes nas projeções conscientes.

Neossinapsologia: a geração de neossinapses pela aplicação de técnicas projetivas; a hipótese de a aplicação dos recursos conscienciológicos projetivos fixar neossinapses extrafísicas.

Ciclologia: o ciclo projetivo; o ciclo projeção-primener na formação do holopensene projetivo.

Enumerologia: o aperfeiçoamento da aplicação das técnicas projetivas pessoais; o aperfeiçoamento do uso dos fatores projetivos pessoais; o aperfeiçoamento das saídas do corpo em série; o aperfeiçoamento da predisposição à projeção consciente; o aperfeiçoamento do nível de investimento pessoal na projeção consciente; o aperfeiçoamento da utilização das posturas projetivas; o aperfeiçoamento do convívio sadio com os amparadores otimizando a projeção consciente.

Interaciologia: a interação amparador-projetor; a interação semperaprendente–amparador técnico da projeção; a interação equipex–equipin de projetores; a interação do grupo volitativo no resgate extrafísico.

Crescendologia: o crescendo sinais precursores–projeção consciente; o crescendo aura projetiva–projeção lúcida; o crescendo aplicação de técnica projetiva–projeção lúcida; o crescendo estado vibracional–projeção consciente; o crescendo minidescoincidência–projeção consciente; o crescendo minirrecurso projetivo–megarrecurso projetivo.

Antagonismologia: o antagonismo deslumbramento / projeção consciente; o antagonismo anticientificidade / autocientificidade catalisando a projetabilidade lúcida.

Paradoxologia: o paradoxo de poder ocorrer perda de lucidez na assistência extrafísica realizada pelo projetor consciente; o paradoxo de o recesso projetivo ser eficiente à evolução do projetor consciente.

Politicologia: a projeciocracia; a conscienciocracia; a lucidocracia; a parapsicocracia; a cosmocracia; a evoluciocracia; a política das boas práticas na projetabilidade lúcida.

Legislogia: a lei do maior esforço; a lei da afinidade influindo nos ambientexes frequentados pelo projetor; as leis extrafísicas atuando sobre o projetor consciente.

Filiologia: a neofilia; a projeciofilia; a tecnofilia; a assistenciofilia; a parafenomenofilia; a multidimensionofilia; a experimentofilia.

Fobiologia: a projeciofobia dificultando a projetabilidade lúcida.

Sindromologia: a síndrome da desorganização; a síndrome da dispersão minando os esforços do projetor consciente.

Maniologia: a mania anticosmoética de bisbilhotar podendo gerar o recesso projetivo.

Holotecologia: a projecioteca; a parapsicoteca; a autopesquisoteca; a assistencioteca; a tecnoteca; a metodoteca; a proexoteca.

Interdisciplinologia: a Projeciologia; a Projeciocriticologia; a Projeciografia; a Extrafisicologia; a Paratecnologia; a Perfilologia; a Proexologia; a Priorologia; a Paraprocedenciologia; a Parapercepciologia.

Perfilologia da aceleração das vivências da Projeção Consciente

Elencologia: a conscin lúcida; a isca humana lúcida; o ser desperto; o ser interassistencial; a conscin enciclopedista.

Masculinologia: o projetor consciente; o acoplamentista; o agente retrocognitor; o amparador intrafísico; o atacadista consciencial; o autodecisor; o intermissivista; o cognopolita; o compassageiro evolutivo; o completista; o comunicólogo; o conscienciólogo; o conscienciômetra; o consciencioterapeuta; o macrossômata; o conviviólogo; o duplista; o duplólogo; o proexista; o proexólogo; o reeducador; o epicon lúcido; o escritor; o evoluciente; o exemplarista; o intelectual; o reciclante existencial; o inversor existencial; o maxidissidente ideológico; o tenepessista; o ofiexista; o parapercepciologista; o pesquisador; o sistemata; o tertuliano; o verbetógrafo; o verbetólogo; o voluntário; o tocador de obra; o homem de ação; o miniprojetor.

Femininologia: a projetora consciente; a acoplamentista; a agente retrocognitora; a amparadora intrafísica; a atacadista consciencial; a autodecisora; a intermissivista; a cognopolita; a compassageira evolutiva; a completista; a comunicóloga; a consciencióloga; a conscienciômetra; a consciencioterapeuta; a macrossômata; a convivióloga; a duplista; a duplóloga; a proexista; a proexóloga; a reeducadora; a epicon lúcida; a escritora; a evoluciente; a exemplarista; a intelectual; a reciclante existencial; a inversora existencial; a maxidissidente ideológica; a tenepessista; a ofiexista; a parapercepciologista; a pesquisadora; a sistemata; a tertuliana; a verbetógrafa; a verbetóloga; a voluntária; a tocadora de obra; a mulher de ação; a miniprojetora.

Hominologia: o Homo sapiens projectius; o Homo sapiens communicologus; o Homo sapiens experimentatus; o Homo sapiens tenepessista; o Homo sapiens multidimensionalis; o Homo sapiens epicentricus; o Homo sapiens despertus; o Homo sapiens evolutiologus; o Homo sapiens autolucidus.

Argumentologia

Exemplologia: minicatálise da projetabilidade = a aplicação do estado vibracional na obtenção da projeção consciente; megacatálise da projetabilidade = a aplicação da autoparapercuciência na obtenção da cosmoconsciência.

Culturologia: a cultura da autexperimentação; a cultura dos saberes multidimensionais; a cultura da Projeciologia; a cultura da autoconscientização multidimensional; a Paracultura da Parafenomenologia; a cultura da interassistencialidade; a cultura da evolução pessoal.

Acabativa

Pelos critérios da Mentalsomatologia, eis, por exemplo, na ordem alfabética, 15 verbetes da Enciclopédia da Conscienciologia, e respectivas especialidades e temas centrais, evidenciando relação estreita com a catálise da projetabilidade (Aceleração das vivências da Projeção Consciente), indicados para a expansão das abordagens detalhistas, mais exaustivas, dos pesquisadores, mulheres e homens interessados:

  1. Acolhimento assistencial extrafísico;
  2. Alternância interdimensional;
  3. Autoconscientização multidimensional;
  4. Autolucidez consciencial;
  5. Autoparapercepciologia ideal;
  6. Autovivência pró-ofiex;
  7. Consciência cosmoética;
  8. Hiperacuidade;
  9. Multidimensionalidade consciencial;
  10. Parapsiquismo;
  11. Projetor-auxiliar dessomaticista;
  12. Propulsor da vontade;
  13. Sinalética parapsíquica;
  14. Tara parapsíquica;
  15. Teto parapsíquico.

A aceleração das vivências da Projeção Consciente (catálise da projetabilidade) é a aceleração resultante da inteligência evolutiva aplicada pelo pesquisador, no exercício da interassistencialidade auto lúcida e interdimensional.

Você já implantou rotina útil com a aplicação dos recursos aceleradores das vivências da Projeção Consciente?

Qual a técnica mais funcional para a ampliação do alto desempenho projetivo?

Referências

#parePraPensar com a gente

Clique aqui – Fale conosco

Rolar para cima